As dimensões políticas das religiosidades em São Tomé e Príncipe

Revista TEL Tempo Espaço Linguagem

Endereço:
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE Setor de Ciências Humanas Letras e Artes Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Mestrado em História Campus de Irati – PR PR 153 – Km 07 – Riozinho
Irati / PR
84500-000
Site: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/tel
Telefone: (42)3421-3129
ISSN: 2177-6644
Editor Chefe: Oseias de Oliveira
Início Publicação: 31/12/2009
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: História

As dimensões políticas das religiosidades em São Tomé e Príncipe

Ano: 2014 | Volume: 5 | Número: 3
Autores: Augusto Nascimento
Autor Correspondente: NASCIMENTO, A. | anascimento2000@gmail.com

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste texto exploratório, apresentar-se-ão questões e hipóteses relativas às dimensões políticas das ortodoxias e heterodoxias religiosas presentes no arquipélago desde meados de Novecentos. O momento actual é feito tanto da memória do passado colonial e do regime de partido único subsequente à independência, quanto do impacto de uma liberalização política não isenta de provações, de tensões e, ainda, de incertezas.

Resumo Inglês:

In this exploratory text, we will discuss issues and hypothesis relating to the political dimensions of religious orthodoxies and heterodoxies present in the archipelago since midtwentieth century. The present moment is composed of both the memory of the colonial past and the single-party rule that resulted from the independence, as well as the impact of political liberalization not without ordeals, tensions and also uncertainties. Keywords: history, identity, África.

Resumo Espanhol:

En este texto inicial presentamos preguntas e hipótesis concernientes a dimensiones políticas - ortodoxas y heterodoxas – de la religiosidad presente en Santo Tomé y Príncipe desde mediados del siglo XX. Se parte del principio de que el momento actual se hace de la memoria del pasado colonial y también como consecuencia de un régimen de partido único posterior a la independencia. Además, detectamos el impacto de la dificultosa liberalización política, no exento de tensiones e incertidumbres. Palabras clave: historia, identidad, África.