Estudos africanos no Brasil: uma questão de afinidades eletivas?

Revista TEL Tempo Espaço Linguagem

Endereço:
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE Setor de Ciências Humanas Letras e Artes Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Mestrado em História Campus de Irati – PR PR 153 – Km 07 – Riozinho
Irati / PR
84500-000
Site: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/tel
Telefone: (42)3421-3129
ISSN: 2177-6644
Editor Chefe: Oseias de Oliveira
Início Publicação: 31/12/2009
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: História

Estudos africanos no Brasil: uma questão de afinidades eletivas?

Ano: 2014 | Volume: 5 | Número: 3
Autores: Lorenzo Macagno
Autor Correspondente: MACAGNO, L. | lorenzomacagno@hotmail.com

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O artigo oferece uma reflexão sobre o futuro e os dilemas dos “estudos africanos” no Brasil. Também são incorporados a essa reflexão alguns debates recentes sobre os usos “identitários” da África no Brasil. A partir de uma perspectiva antropológica, o artigo parte do princípio de que uma reflexão consistente sobre essa temática deve, necessariamente, atrelar-se a uma avaliação dos limites e ambiguidades das nossas imaginações nacionais, bem como a uma indagação das tensões que operam entre o imperativo da nation-building e o da “crítica cultural”. Dessa tensão emergem, ao mesmo tempo, “compatibilidades equívocas” e “afinidades eletivas”.

Resumo Inglês:

The article offers a reflection on the future and the dilemmas of “African studies” in Brazil. This reflection also includes some recent debates on the “identitarian” uses of Africa in Brazil. Written from an anthropological perspective, the article is based on the premise that a consistent reflection on the theme must be linked to an evaluation of the limits and ambiguities of our national imaginations, and on an investigation of the tensions that operate between the imperative of nation-building and that of “cultural criticism”. Out of this tension emerge, at the same time, “equivocal compatibilities” and “elective affinities”. Keywords: African studies, Brazil, elective affinities.

Resumo Espanhol:

Este artículo es el resultado de una investigación sobre el futuro y dilemas para los "estudios africanos" y los recientes debates sobre el uso de "identidad" de África en Brasil. Desde una perspectiva antropológica, se supone normalmente que una reflexión constante sobre el tema debería contener una evaluación de los límites y ambigüedades inherentes en los discursos de nuestro país, así como una pregunta acerca de las tensiones que corren entre el imperativo de la construcción de la nación y la "crítica cultural". Suponemos que de estas relaciones emergen, al mismo tiempo, cierta “compatibilidad equívoca" y "afinidades electivas". Palabras clave: Estudios africanos, Brasil, afinidades electivas.