O direito dos povos: uma proposta de sociedade bem ordenada

Revista Opinião Filosófica

Endereço:
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 5 sala 604
PORTO ALEGRE / RS
Site: http://www.abavaresco.com.br/revista/index.php/index/index
Telefone: (51) 3320-3554
ISSN: 21781176
Editor Chefe: Agemir Bavaresco
Início Publicação: 30/06/2010
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Filosofia

O direito dos povos: uma proposta de sociedade bem ordenada

Ano: 2012 | Volume: 3 | Número: 1
Autores: Jéssica de Farias Mesquita
Autor Correspondente: J. F. Mesquita | jmesquita76@yahoo.com.br

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente texto tem como objetivo examinar a visão de John Rawls acerca das sociedades bem ordenadas na obra O Direito dos Povos, bem como o significado destas para o desenvolvimento da proposta de sociedade democrática liberal. Rawls, na primeira parte da obra, que trata sobre a teoria ideal, refere-se à ideia geral de contrato social nas Sociedades dos Povos democráticos liberais. O autor prossegue com a mesma ideia, na segunda parte da obra quando trata da teoria não-ideal, referindo-se aos povos decentes. Uma sociedade dos povos decentes, segundo Rawls, é uma sociedade cujas características são aceitáveis como membro de uma Sociedade dos Povos razoável, embora não seja uma sociedade democrática liberal. Ambas as sociedades, seja ela democrática liberal ou decente, fazem parte de uma sociedade bem ordenada por obedecerem aos critérios estabelecidos pela Sociedade dos Povos. Para a garantia de uma sociedade bem ordenada, Rawls expõe uma série de condições para que esse tipo de sociedade seja possível, uma dessas condições é o modo como essas sociedades se encontram reguladas.

Resumo Inglês:

This text aims to examine the vision of John Rawls about the well-ordered societies in the book The Law of Peoples, as well as the significance of these for the development of the proposed liberal. Rawls democratic society, in the first part of the work, which deals the ideal theory, refers to the general idea of social contract to the Peoples' liberal democratic societies. The author continues with the same idea in the second part of the work when it comes to non-ideal theory, referring to decent people. A society of decent people, according to Rawls, is a society whose characteristics are acceptable as a member of a reasonable Society of People, although it is not a liberal democratic society. Both societies, whether liberal democratic or decent, are part of a well-ordered society by obeying the criteria established by the Society of Peoples. To guarantee a well-ordered society, Rawls sets out a series of conditions for this type of society be possible. One of these conditions is the way these societies are regulated.