O PROGRAMA NACIONAL DE UNIVERSALIZAÇÃO DO ACESSO E USO DA ÁGUA - “ÁGUA PARA TODOS”: UMA ANÁLISE DO DESENHO JURÍDICO-INSTITUCIONAL E SEU FUNCIONAMENTO

REVISTA JUSTIÇA DO DIREITO

Endereço:
Universidade de Passo FundoFaculdade de Direito, Curso de Direito. Campus – Bairro São José, Passo Fundo, RS, Brasil
Passo Fundo / RS
99001970
Site: http://seer.upf.br/index.php/rjd/index
Telefone: (05) 43316-7000
ISSN: 22383212
Editor Chefe: Liton Lanes Pilau Sobrinho
Início Publicação: 31/12/2005
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Direito

O PROGRAMA NACIONAL DE UNIVERSALIZAÇÃO DO ACESSO E USO DA ÁGUA - “ÁGUA PARA TODOS”: UMA ANÁLISE DO DESENHO JURÍDICO-INSTITUCIONAL E SEU FUNCIONAMENTO

Ano: 2017 | Volume: 31 | Número: 2
Autores: G. F. M. Andréa
Autor Correspondente: G. F. M. Andréa | faggin@bol.com.br

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A água é um direito fundamental e a garantia a seu acesso e uso ainda são perseguidos por países em desenvolvimento. Em razão das dimensões continentais do Brasil e períodos de estiagem, há necessidade de planejamento, execução, avaliação, fiscalização e controle de programas que atuem no sentido de concretização da política pública do acesso e uso da água. Apresenta-se a relevância do estudo valendo-se do corte metodológico para análise do desenho jurídico-institucional do Programa “Água para Todos” justamente no sentido de identificar a “caixa de ferramentas jurídicas” e respectivo ciclo, num esforço para concluir e apontar as suas virtudes e deficiências sob o ponto de vista da teoria jurídica das políticas públicas.

Resumo Espanhol:

El agua es un derecho fundamental y la garantía a su acceso y uso todavía son perseguidos por países en desarrollo. En razón de las dimensiones continentales de Brasil y períodos de el estiaje, hay necesidad de planificación, ejecución, evaluación, fiscalización y control de programas que actúen en el sentido de concreción de la política pública del acceso y uso de la agua. Se presenta la relevancia del estudio valiéndose del corte metodológico para análisis del diseño jurídico-institucional del Programa "Agua para Todos" justamente en el sentido de identificar la "caja de herramientas jurídicas" y su ciclo, en un esfuerzo por concluir y señalar sus virtudes y deficiencias desde el punto de vista de la teoría jurídica de las políticas públicas.