AÇÃO EMPREENDEDORA NA CRIAÇÃO DE EMPRESA FAMILIAR: ESTUDO DE CASO

Revista Inova Ação

Endereço:
Av. Valter Alencar 665 - São Pedro
Teresina / PI
64019-625
Site: http://www4.fsanet.com.br/revista/index.php/inovaacao/index
Telefone: (86) 3215-8700
ISSN: 1809-6514
Editor Chefe: Marlene Araújo de Carvalho
Início Publicação: 31/12/2011
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

AÇÃO EMPREENDEDORA NA CRIAÇÃO DE EMPRESA FAMILIAR: ESTUDO DE CASO

Ano: 2013 | Volume: 2 | Número: 2
Autores: J. B. de Lima, R. de O. Bezerra
Autor Correspondente: J. B. de Lima | [email protected]

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Nesse trabalho, diante de um caso em que vários membros da família participam da criação de uma empresa, abre-se um debate tanto em relação à concepção de empresa familiar como sobre o empreendedorismo. Parte-se de considerações sobre o conceito de empresa familiar e do empreendedorismo associado à criação de empresas na visão de Gartner (1985), introduzindo-se a noção de ação empreendedora. O caso foi estudado, sendo feitas entrevistas com os membros da família envolvidos na criação e desenvolvimento da empresa, analisando-se o material assim obtido por meio de análise de conteúdo. Verificou-se uma particularidade no caso, em que ocorre a criação da empresa com ações de trabalho conjunto. Há evidências de que não se configura a perspectiva de criação com intenção de transferir a empresa para as gerações futuras. Da parte dos filhos, também não ficou demonstrado interesse em continuar na direção do negócio. Torna-se claro o valor da análise com foco não na figura do empreendedor, mas em sua ação, que teve uma conotação coletiva e não de uma única pessoa, na medida em que foram envolvidos pai, mãe e filha. Além de indicar a necessidade de novos enfoques de análises sobre empresas familiares, também se evidenciou a possibilidade complementar de análise do empreendedorismo com foco na ação empreendedora.

Resumo Inglês:

In this work, facing a case in which several family members participate in the creation of a
company, a debate is opened related to the design of a family firm and to the
entrepreneurship. It starts with considerations about the concept of family business and
entrepreneurship associated with business creation in the vision of Gartner (1985),
introducing the notion of entrepreneurial action.The case has been studied, and interviews was
made with family members involved in the creation and development of the firm, analyzing
the material obtained by means of content analysis. There was a peculiarity in the case, which
occurs in the creation of the company through joint work.There is evidence that does not
qualify the prospect of creating with intent to transfer the business to future generations. From
the children there was not shown interest in continuing in the direction of the business. It is
clear the value of the analysis focused not on the entrepreneur, but his action, that had a
collective connotation and not an individual one, as father, mother and daughter were
involved. Besides indicating the need for new approaches to the analysis of family businesses,
there was also pointed out the possibility of additional analysis of entrepreneurship focusing
on entrepreneurial action.