OBJETIVIDADE MORAL EM TEORIAS DE JUSTIÇA: A PROPOSTA DE JOHN RAWLS

Síntese

Endereço:
Av. Dr. Cristiano Guimarães 2127, Planalto
Belo Horizonte / MG
31720300
Site: http://faje.edu.br/periodicos/index.php/Sintese
Telefone: (31) 31157013
ISSN: 1034332
Editor Chefe: João Augusto Anchieta Amazonas Mac Dowell
Início Publicação: 31/12/1973
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Filosofia

OBJETIVIDADE MORAL EM TEORIAS DE JUSTIÇA: A PROPOSTA DE JOHN RAWLS

Ano: 2016 | Volume: 43 | Número: 137
Autores: Evandro Barbosa
Autor Correspondente: Suporte Periódicos | [email protected]

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O objetivo deste texto é determinar se podemos ou não justificar um tipo de objetividade moral no modelo de teoria da justiça defendido por John Rawls. Para isso, propomos analisar a chamada posição original (original position) rawlsiana como um modelo de justiça procedimental pura, na qual os termos equitativos deste dispositivo heurístico serão interpretados como imparciais. Esperamos, assim, determinar em que medida sua proposta contratualista pode ser interpretada como uma forma de deontologia imparcial construtivista, ao mesmo tempo que exploraremos, para sua defesa normativa, a consideração metaética de alguns de seus elementos.

Resumo Inglês:

This paper aims to determine whether a type of moral objectivity can be justified in the theoretical model of justice advocated by John Rawls. In order to do so, the Rawlsian original position is analyzed as a model of pure procedural justice, in which the fair terms of this heuristic device are interpreted as impartial. The article also determines to what extent Rawls’s contractarian proposal can be interpreted as a form of impartial constructivist ethics. At the same time, it explores the meta-ethical consideration of some elements of the author’s proposal in order to provide their normative support.