Política Pública de ATER para o desenvolvimento rural sustentável na Agricultura Familiar

Revista Eletrônica Competências Digitais para Agricultura Familiar (RECoDAF)

Endereço:
Rua Domingos da Costa Lopes, 780 - Jardim Itaipu
Tupã / SP
17602-496
Site: http://codaf.tupa.unesp.br:8082
Telefone: (14) 98825-5999
ISSN: 2448-0452
Editor Chefe: Fernando de Assis Rodrigues
Início Publicação: 01/01/2015
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Ciência e Tecnologia de Alimentos, Área de Estudo: Engenharia Agrícola, Área de Estudo: Ciência da computação, Área de Estudo: Administração, Área de Estudo: Ciência da informação, Área de Estudo: Engenharia ambiental

Política Pública de ATER para o desenvolvimento rural sustentável na Agricultura Familiar

Ano: 2015 | Volume: 1 | Número: 1
Autores: Silvia Cristina Vieira, Cristiane Hengler Corrêa Bernardo, Ana Elisa Bressan Shimith Lourenzani
Autor Correspondente: Silvia Cristina Vieira | [email protected]

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O objetivo deste artigo é revelar a importância da política pública de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) na promoção do desenvolvimento rural sustentável para a agricultura familiar. O problema de pesquisa apresenta o seguinte questionamento: como a política pública de ATER estabelece relação com o desenvolvimento rural sustentável para agricultura familiar? Para tanto, procurou-se compreender a atuação das políticas públicas de ATER; identificar quais as principais diretrizes da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (PNATER) que contribuem para o desenvolvimento rural sustentável e sugerir ferramentas que auxiliem a ATER na promoção ao processo de desenvolvimento rural sustentável. Com respaldo bibliográfico e documental, com abordagem qualitativa, o artigo realiza uma revisão com viés na atualização da legislação de ATER, vislumbrando perspectivas futuras. Nesta análise, que percorre a trajetória da extensão rural no país, destacam-se os apontamentos que subsidiam as políticas públicas como instrumentos fundamentais para sua execução efetiva. Tal execução prevê a utilização de ferramentais que auxiliem a ATER no fomento ao desenvolvimento da agricultura familiar em três vertentes complementares. Uma vertente sustentável, outra participativa e uma terceira, que se apoia na articulação entre ATER/pesquisa/ensino, tendo como base processo dialógico orientado à comunicação para o meio rural.

Resumo Inglês:

The purpose of this article is to highlight the importance of public policy on Technical Assistance and Rural Extension (ATER) in promoting sustainable rural development for family farmers. As the research problem, we present the following question: how ATER public policy is related to sustainable rural development for family farmers? To this end, it sought to understand the role of ATER public policy; identify the main guidelines of the National Policy for Technical Assistance and Rural Extension Program (PNATER) that contribute to the sustainable rural development and suggest tools to help ATER to promote sustainable rural development. With bibliographic and documentary support and a qualitative approach, the research provides an overview of bias in updating the ATER legislation and seeing future prospects. In this analysis, which runs along the trajectory of extension in the country, stands out the indicators that support public policies as fundamental tools for their effective implementation. Such implementation includes the use of tools to assist ATER in fostering the development of family farming in three complementary approaches. First is a sustainable approach, a participatory one and a third, which is based on the relationship between ATER/research/teaching, based on dialogic process-oriented communication for rural areas.