GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS: SUSTENTABILIDADE EM PROPRIEDADE PRODUTORA DE SUÍNOS

Mix Sustentável

Endereço:
Campus Universitário Trindade
Florianópolis / AC
88035095
Site: //ojs.sites.ufsc.br/index.php/mixsustentavel/
Telefone: 4837214971
ISSN: 24473073
Editor Chefe: Lisiane Ilha Librelotto
Início Publicação: 31/07/2015
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS: SUSTENTABILIDADE EM PROPRIEDADE PRODUTORA DE SUÍNOS

Ano: 2016 | Volume: 2 | Número: 2
Autores: Giuliano Eugênio de Souza, Hugo Adolfo Gosmann, Paulo Belli Filho, Rodrigo de Almeida Mohedano, Marco Antônio Casarin, Lucas Benedet
Autor Correspondente: Giuliano Eugênio de Souza, Hugo Adolfo Gosmann, Paulo Belli Filho, Rodrigo de Almeida Mohedano, Marco Antônio Casarin, Lucas Benedet | [email protected]

Palavras-chave: gestão, recursos, naturais, sustentabilidade, propriedade, produtora, suínos.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A suinocultura em Santa Catarina é desenvolvida, principalmente, em pequenas propriedades rurais onde o excesso de dejetos produzidos é um desafio para a sustentabilidade. O presente trabalho apresenta as ações realizadas pelo projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água (TSGA) para o aumento do índice de sustentabilidade de uma propriedade suinícola localizada no município de Braço do Norte, no sul do estado. Os trabalhos referem-se à aplicação de tecnologias sociais (TS) para o tratamento e valorização dos dejetos e a recuperação de áreas degradadas em faixas de APP. Como resultado, obteve-se a melhoria da qualidade ambiental da propriedade propiciando 100% de aproveitamento dos dejetos, sem o lançamento de efluentes nos corpos d’água ou contaminação dos solos. Simultaneamente, as tecnologias sociais empregadas geraram subprodutos valoráveis contribuindo com a dimensão econômica, entre eles, o biofertilizante que possibilitou a redução no consumo de fertilizantes químicos, o biogás como fonte de energia renovável e a biomassa de lemnas que foi utilizada como alimento proteico no incremento da produção de peixes gerando uma fonte de renda secundária na propriedade. Conclui-se que as TS aplicadas elevaram o índice de sustentabilidade da propriedade, em suas três dimensões, apresentando grande potencialidade para a replicação na Bacia Hidrográfica.