“PASSEIO NOTURNO”: UMA APLICAÇÃO DA TEORIA DOS GÊNEROS NA PERSPECTIVA SEMIÓTICA

REVISTA DE LETRAS [email protected]

Endereço:
Avenida dos Ingás, 3001 Jardim Imperial Sala L10
Sinop / MT
78555-000
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/norteamentos
Telefone: (66) 3511-2138
ISSN: 19838018
Editor Chefe: Rosana Rodrigues da Silva e Neusa Inês Philippsen
Início Publicação: 30/06/2008
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Letras

“PASSEIO NOTURNO”: UMA APLICAÇÃO DA TEORIA DOS GÊNEROS NA PERSPECTIVA SEMIÓTICA

Ano: 2017 | Volume: 10 | Número: 21
Autores: R. C. Duarte
Autor Correspondente: R. C. Duarte | [email protected]

Palavras-chave: Semiótica francesa. Gênero. Conto brasileiro contemporâneo. Rubem Fonseca.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O objeto analisado neste artigo é o conto “Passeio Noturno”, do autor Rubem Fonseca. No
texto, observa-se a figurativização de um homem executivo bem sucedido e pertencente a uma
família nos padrões da sociedade ocidental. Todavia, por meio de sua práxis pessoal, esse
sujeito realiza uma performance inesperada para o enunciatário-leitor, na tentativa de restituir
algum sentido ao seu cotidiano dessemantizado. Objetiva-se analisar, com base na teoria
semiótica francesa e nos estudos de Jacques Fontanille em sua obra Sémiotique e Littérature
(1999), como as propriedades textuais e discursivas, responsáveis por organizarem os gêneros,
relacionam-se no contexto do conto.