Abordagens e influências teóricas na classificação de documentos de arquivo no Brasil ao longo do século XX

Em Questão

Endereço:
Rua Ramiro Barcelos 2705, sala 519
Porto Alegre / RS
90035 007
Site: http://seer.ufrgs.br/EmQuestao
Telefone: (51) 3308-2141
ISSN: 1808-5245
Editor Chefe: Samile Andréa de Souza Vanz
Início Publicação: 01/01/1986
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciência da informação

Abordagens e influências teóricas na classificação de documentos de arquivo no Brasil ao longo do século XX

Ano: 2022 | Volume: 28 | Número: 3
Autores: Paulo José Viana de Alencar, Clarissa M. dos S. Schmidt
Autor Correspondente: Paulo José Viana de Alencar | [email protected]

Palavras-chave: Arquivologia, História da arquivologia, Pensamento arquivístico, Classificação em arquivos, Classificação de documentos de arquivo

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O propósito deste artigo foi analisar os fundamentos teóricos e metodológicos da classificação de documentos de arquivo a partir de uma perspectiva histórica no Brasil ao longo do século XX. Na medida em que essa função arquivística é continuadamente apontada na literatura da área como matricial para o fazer da ciência arquivística, poucas pesquisas se dedicaram a perfilar as grandes transformações nas abordagens e influências teóricas que guiaram sua prática no Brasil durante o período. Desta forma, nossa pergunta de partida foi: “quais abordagens e influências teóricas sobre a classificação de documentos de arquivo no Brasil ao longo do século XX?”. Tratando-se de uma pesquisa qualitativa então se reconheceu a importância da classificação não somente para fins organizativos imediatos, mas também como variável central para a apreensão das transformações teóricas que sofreu o trabalho nos arquivos. Procedeu-se à pesquisa bibliográfica de obras brasileiras ou estrangeiras que circularam no Brasil e abordaram a classificação de documentos de arquivo, das quais se perceberam influências teóricas da disciplina de Organização e Métodos, Biblioteconomia, Documentação, Arquivologia e Diplomática Os resultados sugerem a existência de quatro grandes abordagens nesse cenário. Uma primeira fortemente influenciada pela relação de sinonímia de classificação com o arquivamento, uma segunda com maior influência documentalista, a terceira com indícios de penetração da teoria arquivística, e uma quarta abordagem inclinada à análise tipológica e à Diplomática, consonantes à Arquivologia.



Resumo Inglês:

The purpose of this article was to analyze the theoretical and methodological fundamentals of the records classification, from a historical perspective in Brazil during the XX century. Although this archival function are continually stressed out as a main operation in archival practice, just a few researches concerned itself to outline great theoretical transformations that lead the practice in Brazil during this time. Thus, the starting issue was: “which theoretical influences and approaches outlined the records classification in Brazil during the XX century?” Insofar as this research holds a qualitative nature, so it proceeds to recognize the records classification relevance both to physical organization and as central element to capture theoretical transformations in archival practice. Subsequently it proceeds to bibliographical research of Brazilian and International books that circulated in Brazil and dealt with records classification of which it identified some theoretical influences from Organization and Methods, Library Science, Documentation, Archival Science and Diplomatics. The results suggests the existence of four great approaches in this scenario. A first one strongly influenced by a relation of equivalence between records classification and filling, a second one with major Documentation influence, a third one with some evidence of archival theory influence and a forth approach concerned with Records Type Analysis and Diplomatics. Then it concludes that records classification practice suffered a multitude of theoretical influences until the late 1950 decade, when it occurred an archival theory influence endorsed with Diplomatics and Records Type Analysis fundamentals influence.