Análise da interação entre eventos pluviométricos e ações antrópicas como agentes deflagradores de deslizamentos na Zona Norte do Recife

Revista de Geociências do Nordeste

Endereço:
Rua José Gregório - Penedo
Caicó / RN
59300000
Site: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/index
Telefone: (84) 9888-0962
ISSN: 2447-3359
Editor Chefe: Saulo Roberto de Oliveira Vital
Início Publicação: 30/06/2015
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Geociências, Área de Estudo: Geografia

Análise da interação entre eventos pluviométricos e ações antrópicas como agentes deflagradores de deslizamentos na Zona Norte do Recife

Ano: 2019 | Volume: 5 | Número: Especial
Autores: F. A. A. Silva, B. G. S. Barbosa, C. C. Duarte
Autor Correspondente: F. A. A. Silva | [email protected]

Palavras-chave: Eventos extremos, agentes deflagradores, movimentos de massa

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

m função das características climáticas do município do Recife e de seus fatores físico-naturais, as chuvas, representam de modo geral, um agente deflagrador de maior influência dos deslizamentos na cidade. O Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), que atua de abril a julho, é o principal sistema responsável pela intensificação das chuvas nesse período. As ações antrópicas, por sua vez, atuam como um agente efetivo preparatório, diminuindo o fator de segurança das encostas, já suscetíveis a deslizamentos como as dos Tabuleiros e Colinas da Zona Norte do Recife. Assim, a presente pesquisa tem como objetivo analisar e demonstrar a atuação das ações antrópicas como principal agente deflagrador dos movimentos de massa associados aos eventos extremos de chuva na Cidade do Recife, com ênfase nos bairros da Zona Norte e no ano de 2017.