Assistência à saúde da pessoa com deficiência nos serviços públicos de saúde: um estudo bibliográfico

Revista de epidemiologia e controle de infecção

Endereço:
Hospital Santa Cruz Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção Rua Fernando Abott, 174 - Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
/ RS
96810-072
Site: http://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia
Telefone: (51)3713-7484
ISSN: 22383360
Editor Chefe: Marcelo Carneiro
Início Publicação: 30/11/2011
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Medicina

Assistência à saúde da pessoa com deficiência nos serviços públicos de saúde: um estudo bibliográfico

Ano: 2016 | Volume: 6 | Número: Suplemento
Autores: S. C. Vargas, R. R. Dutra, L. F. H. Barcelos, L. G. Possuelo, S. B. F. Krug
Autor Correspondente: S. C. Vargas | [email protected]

Palavras-chave: acessibilidade, pessoas com deficiência, acesso aos serviços de saúde

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Justificativa e objetivos: A assistência à saúde às pessoas com deficiência (PcD) deve ser garantida pelo Estado, profissionais de saúde e comunidade envolvida, abrangendo uma visão multidisciplinar. Este estudo tem como objetivo discutir sobre a assistência às pessoas com deficiência nos serviços públicos de saúde. Métodos: Trata-se de uma revisão bibliográfica do tipo estudo descritivo com publicações científicas nos sites de busca Scielo, LILACS e Pubmed a partir dos descritores: acessibilidade, pessoas com deficiência, acesso aos serviços de saúde, totalizando 514 artigos,onde se enquadram 22 nas categorias temáticas abordadas. Resultados: A acessibilidade é resultado da disponibilidade de profissionais e serviços de saúde, assim como, o acesso das Pessoas com Deficiência (PcD) a esses serviços ofertados. É necessário o planejamento de ações por parte da equipe multidisciplinar, para que se busque a minimização das desigualdades frente a barreiras comportamentais, arquitetônicas, geográficas, o que forma lacunas que impedem uma assistência igualitária, unânime e universal como é preconizado pelo sistema de saúde. Na saúde bucal o princípio de integralidade contempla a ações de promoção, recuperação e reabilitação oral. Conclusão: As ações de promoção da saúde precisam ser incentivadas para que se promova o bem estar do usuário do serviço de saúde e que tais ações ocorram de forma integrada, somando recursos por parte do trabalho integral e multidisciplinar. A acessibilidade aos serviços de saúde em conjunto com ações que visem promover a saúde dos PcDs podem proporcionar maior qualidade na assistência à saúde e maior qualidade de vida.



Resumo Inglês:

Background and Objectives: Health care for people with disabilities (PwD) must be guaranteed by the state, health professionals and community involved, covering a multidisciplinary approach. This study aims to discuss the assistance to persons with disabilities in public health services. Method: This is a literature review of the descriptive study type with scientific publications on search sites Scielo, LILACS and Pubmed from descriptors: accessibility, people with disabilities, access to health services, totaling 514 articles, which fall under 22 the themes addressed. Results: Accessibility is a result of the availability of professionals and health services as well as access of Persons with Disabilities these services offered. We need planning actions by the multidisciplinary team, in order to seek to minimize the front inequalities behavioral barriers, architectural, geographical, which form gaps that prevent an egalitarian, unanimous and universal care as recommended by the health system. In oral health the principle of comprehensiveness includes the promotion, recovery and oral rehabilitation. Conclusion: Health promotion activities need to be encouraged so that it promotes the welfare of the health service user and that such actions occur in an integrated manner, adding resources from the comprehensive and multidisciplinary work. Accessibility to health services in conjunction with actions aimed at promoting the health of PwD can provide higher quality in health care and higher quality of life.