AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL EM RELAÇÃO À PRESENÇA DE CÁRIE DENTÁRIA EM CRIANÇAS DE 4 A 6 ANOS DO MUNICÍPIO DE CAJAMAR - SÃO PAULO

Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar

Endereço:
Praça Mascarenha de Moraes, 4282 - UNIPAR - Zona III
Umuarama / PR
87502210
Site: http://revistas.unipar.br/saude
Telefone: (44) 3621-2812
ISSN: 1982-114X
Editor Chefe: Francislaine Aparecida Dos Reis Lívero
Início Publicação: 31/01/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências da Saúde

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL EM RELAÇÃO À PRESENÇA DE CÁRIE DENTÁRIA EM CRIANÇAS DE 4 A 6 ANOS DO MUNICÍPIO DE CAJAMAR - SÃO PAULO

Ano: 2021 | Volume: 25 | Número: 2
Autores: SANTOS, M. M. dos; SCABAR, L. F.; MELLO, A. V. de; COELHO, H. D. de S.
Autor Correspondente: SANTOS, M. M. dos | [email protected]

Palavras-chave: Crianças, Estado nutricional, Cáries, Índice ceo-d, Risco de Cárie, Children, Nutritional status, Caries, Ceo-d index, Risk of caries

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este artigo tem como objetivo avaliar o estado nutricional em relação à presença de cáries dentárias em crianças de 4 a 6 anos de idade, do município de Cajamar, São Paulo. Trata-se de estudo transversal com crianças entre 4 a 6 anos (n=1642), acompanhadas pelo Programa Saúde na Escola (PSE) do Município de Cajamar, São Paulo. A classificação do estado nutricional foi baseada no Índice de Massa Corporal (IMC) e a avaliação das condições bucais, por meio do índice ceo-d e critério para Risco de Cárie. A análise do estado nutricional, faixa etária e sexo conforme o número de cáries, foi feita por meio dos testes Mann-Whitney U e Kruskal-Wallis (p<0,05). Observou-se maior prevalência de meninos entre 4 a 6 anos. Em todas as faixas etárias a prevalência de excesso de peso foi de aproximadamente 30% e eutrofia em torno de 70%. 65% (n=1068) das crianças não apresentavam risco de cárie (A) e 28,8% (n=475), alto risco (D, E e F). Das 1162 crianças sem cáries, 0,2% eram magras (n=2), 67,2% (n=781) eutróficas e 32,7% (n=380) possuíam excesso de peso. A frequência de 1 a 5 cáries maior entre meninas e de 6 ou mais cáries, entre meninos. Segundo estado nutricional, o número médio do número de cáries foi de 2,17 para magreza, 0,93 para eutrofia e 0,65 para excesso de peso (p<0,010). Conclui-se que houve diferença entre número cáries e estado nutricional, na qual crianças com déficit nutricional apresentavam maior número de cáries dentárias comparadas às eutróficas ou com excesso de peso, sugerindo-se a inclusão do estado nutricional na avaliação odontológica.



Resumo Inglês:

This article aims at evaluating the nutritional status in relation to the presence of dental caries in children aged 4 to 6 years in the city of Cajamar, in the state of São Paulo. It is a cross-sectional study with children aged 4 to 6 years (n=1642) accompanied by the School Health Program of the City of Cajamar, São Paulo. The nutritional status classification was based on the Body Mass Index (BMI) and the evaluation of oral conditions, through the ceo-d index, and criteria for risk for caries. The analysis of the nutritional status, age, and sex according to the number of caries was made through the Mann-Whitney U and Kruskal-Wallis tests (p<0.05). A higher prevalence was observed among boys aged 4 to 6 years. In all age groups, there was a prevalence of 30% of overweight children, and eutrophy of approximately 70%. A total of 65% (n=1068) of the children presented no risk of caries (A), whereas 28.8% (n=475) showed high risk (D, E, and F). Among the 1162 children with no caries, 0.2% were thin (n=2); 67.2% (n=781) eutrophic; and 32.7% (n=380) were overweight. Girls presented a higher frequency of 1 to 5 caries while boys presented frequency of having 6 or more caries. According to the nutritional status, the average number of caries was 2.17 for thin individuals; 0.93 for eutrophic individuals; and 0.65 for overweight individuals (p<0.010). It could be concluded that there was a difference between the number of caries and the nutritional status, in which children with nutritional deficit presented a higher number of dental caries when compared to eutrophic or overweight ones, suggesting the inclusion of the nutritional status in the dental evaluation.