Caracterização do processo de poluição das águas superficiais da Bacia Hidrográfica do Rio Jucu, estado do Espírito Santo, Brasil

Revista [email protected] On-line

Endereço:
Centro de Ciências Agrárias, Campus do Caume, Universidade Federal de Roraima, Monte Cristo, Rod BR 174, s/n
/ RR
69000-000
Site: http://www.agroambiente.ufrr.br
Telefone: 95 3627 2573
ISSN: 19828470
Editor Chefe: Sandra Catia Pereira Uchôa
Início Publicação: 30/11/2007
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Agronomia

Caracterização do processo de poluição das águas superficiais da Bacia Hidrográfica do Rio Jucu, estado do Espírito Santo, Brasil

Ano: 2015 | Volume: 9 | Número: 3
Autores: B.S. Gardiman Junior
Autor Correspondente: Benvindo Sirtoli Gardiman Junior | [email protected]

Palavras-chave: Contaminação das águas. Impactos da Urbanização. Índice de Qualidade das Águas.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O uso e a ocupação do solo das Bacias Hidrográficas influenciam a qualidade da água, podendo, inclusive, inviabilizar o uso previsto do corpo hídrico. Nesse caso, torna-se pertinente a caracterização dos processos de contaminação de um curso d’água para que se possa identificar quais são os principais fatores determinantes, auxiliando a minimizar os impactos antrópicos. Objetivou-se, com o presente estudo caracterizar o processo de contaminação das águas da Bacia do Rio Jucu a partir de dezesseis variáveis de qualidade de água. Para tanto, foram utilizadas técnicas de estatística multivariada, como análise de componentes principais (ACP) e análise fatorial (AF), que indicaram nove variáveis representativas da variação da qualidade das águas, são elas: N (NH3), DBO, N(kj), DQO, coliformes totais, pH, sólidos totais e dissolvidos, bem como clorofila. Essas variáveis estão divididas em quatro fatores: Orgânico, Acidez, Sólidos e Eutrofização. Explicando aproximadamente 74% da variância total dos dados, esses fatores estão diretamente relacionados com o enriquecimento das águas por cargas orgânicas, acidez dos solos, escoamento superficial e elevados níveis de nutrientes, respectivamente.