CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA NA ETAPA DE LIMPEZA EM UNIDADES DE BENEFICIAMENTO DE TOMATE DE MESA

Engenharia Agrícola

Endereço:
VIA DE ACESSO PROF. PAULO DONATO CASTELANE, KM 5 - UNESP - DEPTO. DE ENGENHARIA RURAL
Jaboticabal / SP
14884900
Site: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0100-6916&lng=pt&nrm=iso
Telefone: (16) 3203-3341
ISSN: 1809-4430
Editor Chefe: Rogério Teixeira de Faria
Início Publicação: 31/12/1971
Periodicidade: Bimestral
Área de Estudo: Engenharia Agrícola

CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA NA ETAPA DE LIMPEZA EM UNIDADES DE BENEFICIAMENTO DE TOMATE DE MESA

Ano: 2011 | Volume: 31 | Número: 5
Autores: MARCOS D. FERREIRA, RAFAEL P. BENICIO, CLÁUDIO K. UMEZU
Autor Correspondente: MARCOS D. FERREIRA | [email protected].org.br

Palavras-chave: CLP, limpeza, água, Lycopersicon esculentum Mill.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A água é um recurso cada vez mais escasso e também de alto custo em várias regiões.
O beneficiamento de frutas e hortaliças, em geral, apresenta elevado consumo de água durante o
processo de limpeza. A linha de beneficiamento e de classificação do tomate de mesa é constituída
de: recebimento, limpeza, seleção, classificação e embalagem. Normalmente, o recebimento dos
tomates em uma linha de beneficiamento ocorre com taxa de alimentação constante, porém com
interrupções frequentes dos operadores, ocasionando desperdício de energia e água, e a eficiência
de limpeza dos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar um sistema de limpeza dos frutos,
equipado com um controle automático de fluxo de água, visando ao uso racional de água. Para a
avaliação da eficiência do processo de limpeza, aplicou-se uma metodologia que utiliza o
turbidímetro. Observou-se que o índice de limpeza foi, segundo critérios estatísticos, semelhante
nos sistemas automatizado e tradicional, todavia o consumo de água no sistema automatizado foi
quatro vezes inferior quando comparado ao sistema tradicional, indicando o potencial de aplicação
comercial deste sistema.



Resumo Inglês:

Water is a natural resource becoming scarce in many regions. Cleaning fruits and
vegetables, generally demands high water consumption. A fresh market tomato packing-line is
composed of: receiving, cleaning, sorting, classifying and packing. Normally, the receiving process
for tomatoes in a packing line happens in a constant flow, however often interruptions of operators
cause loss of water, energy and also fruits cleaning efficiency. The main goal of this study was to
develop an automation system for cleaning fruits, with a rational water use. For evaluating cleaning
efficiency it was developed a methodology using a turbidimiter. The results showed that the
cleaning efficiency index was statistically similar between the two systems; however, water
consumption for the automated system was four times lower than the traditional system, suggesting
a potential for commercial application on this system.