De Bretton Woods ao Regime de Bandas Cambiais Análise da taxa de Câmbio no Brasil de 2009 a 2019

Revista Aurora

Endereço:
Av. Hygino Muzzi Filho, 737 Bairro: Mirante CEP: 17.525-000 - Marília, SP - Mirante
Marília / SP
17525-000
Site: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/index
Telefone: (14) 3402-1300
ISSN: 1982-8004
Editor Chefe: Marcos Tadeu Del Roio
Início Publicação: 30/11/2007
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Antropologia, Área de Estudo: Ciência política, Área de Estudo: Sociologia, Área de Estudo: Multidisciplinar

De Bretton Woods ao Regime de Bandas Cambiais Análise da taxa de Câmbio no Brasil de 2009 a 2019

Ano: 2021 | Volume: 13 | Número: 1
Autores: Emerson Davi Pereira Braz
Autor Correspondente: Emerson Davi Pereira Braz | [email protected]

Palavras-chave: Brasil; câmbio; política macroeconômica; Dilma-Temer;

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente trabalho tem como objetivo exibir brevemente como foi definido o modelo de regime cambial internacional logo após Segunda a Guerra Mundial, como também analisar os principais regimes cambiais e seus métodos gerais de funcionamento ao longo do século XX, além do mais exibir parte da contribuição do pensamento que esteve em evidência em Bretton Woods. Esta pesquisa tem como objetivo analisar parcialmente os resultados das variações da taxa de câmbio essencialmente no entretempo 2009-2019, durante os Governos Dilma-Temer. Outrossim, busca trazer parte da discussão que a variação cambial ao longo do período teve sobre a economia brasileira.



Resumo Inglês:

This paper aims to briefly show how the model of international exchange rate regime was defined shortly after World War II, as well as to analyze the main exchange rate regimes and their general methods of operation throughout the 20th century, in addition to showing part of the contribution of the thinking that was in evidence at Bretton Woods. In addition, this research aims to partially analyze the results of exchange rate variations essentially between 2009-2019, during the Dilma-Temer Governments. Furthermore, it seeks to bring part of the discussion that the exchange rate variation over the period had on the Brazilian economy.