A Desigualdade Social E Suas Influências na Subjetividade Contemporânea

Psicologia e Saúde em Debate

Endereço:
Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, nº1200 – Bairro Cidade Nova
Patos de Minas / MG
38706-401
Site: http://psicodebate.dpgpsifpm.com.br/
Telefone: (34) 03818-2300
ISSN: ISSN 2446-922X
Editor Chefe: HUGO CHRISTIANO SOARES MELO
Início Publicação: 31/03/2015
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

A Desigualdade Social E Suas Influências na Subjetividade Contemporânea

Ano: 2015 | Volume: 1 | Número: 2
Autores: Marcos Antônio Rodrigues Borges, Alessander Freitas do Amaral
Autor Correspondente: Alessander Freitas do Amaral | [email protected]

Palavras-chave: desigualdade socioeconômica, subjetividade, sociedade, contemporaneidade

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A desigualdade social é um fenômeno que, esteve presente nas sociedades desde
tempos longínquos, afetando o ser humano em suas diversas dimensões, inclusive em
sua subjetividade. Neste trabalho, buscou-se assinalar os efeitos da desigualdade
social, na subjetividade do indivíduo. Foi realizada uma revisão bibliográfica, onde se
buscou informações em artigos, monografias, dissertações e livros, tanto em ambiente
virtual quanto físico. Conclui-se que a desigualdade social, assim como se concebe hoje,
é produto de transformações históricas, e que a subjetividade formada tanto por fatores
internos quanto externos é fortemente influenciada, por ela, é muitas vezes este
fenômeno traz grandes malefícios para o ser humano, chegando até a afetar sua saúde.



Resumo Inglês:

The social inequality is a phenomenon that was present in societies since ancient times,
affecting human being in their diverse dimensions, including it is subjectivity. This work,
tried to point out the effect of social inequality, in the individual subjectivity. A
bibliographic review was performed, which researched information in articles,
monographs, thesis and books, both on the internet and physical environment. The
conclusion is, that the social inequality as is conceived today, is it a product of historical
transformations. The subjectivity formed both by internal and external factors, is strongly
influenced by it. Often this phenomenon brings great harm to human being, coming to
affect one’s health.