A dieta mediterrânica na prevenção de doenças da contemporaneidade: Uma revisão bibliográfica

Revista Brasileira de Educação e Saúde

Endereço:
Rua Jairo Viera Feitosa Nº 1770 - Bairro Pereiros
Pombal / PB
58840-000
Site: http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBES/index
Telefone: (83) 9962-0456
ISSN: 2358-2391
Editor Chefe: Anderson Bruno Anacleto de Andrade
Início Publicação: 31/12/2010
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

A dieta mediterrânica na prevenção de doenças da contemporaneidade: Uma revisão bibliográfica

Ano: 2016 | Volume: 6 | Número: 1
Autores: Jorge Bonito
Autor Correspondente: Jorge Bonito | [email protected]

Palavras-chave: Alimentação saudável. Hipertenção arterial. Hipercolesterolemia. Doenças cardiovasculares.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O trabalho tem como objetivo apresentar evidências científicas existentes sobre a relação entre a dieta mediterrânica e a hipertensão, a hipercolesterolemia e as doenças cardiovasculares. Realizou-se através de uma revisão da literatura, usando-se a saturação com o critério para a exclusão de novos trabalhos. Os resultados apontam para o importante papel da dieta mediterrânica, ou outra de caraterísticas similares, junto com um estilo de vida fisicamente ativo que permita manter o peso dentro de um nível considerado saudável, na redução do risco de desenvolver doença cardiovascular, aumentando a qualidade e a esperança de vida. Um número superior a um terço das mortes causadas por doenças cardiovasculares são atribuídas aos hábitos alimentares e de atividade física e a outros fatores de risco estreitamente relacionados com os mesmos, como seja a hipertensão arterial, a aterosclerose, a diabetes e a obesidade. A maior parte das diferenças individuais do risco de se vir a desenvolver obesidade, cancro ou doenças cardiovasculares e das variações populacionais na incidência e na prevalência destas doenças deve-se a fatores relacionados com os estilos de vida.



Resumo Inglês:

This work seeks to reveal the state of the art scientific evidence that exists on the relationship between the Mediterranean diet and hypertension, hypercholesterolemia and cardiovascular disease. It was held through a literature review, using saturation with the criteria for the exclusion of new articles. The results point to the important role of the Mediterranean diet, or one with similar characteristics, along with a physically active lifestyle for maintaining weight within a level considered healthy, in reducing the risk of developing cardiovascular disease, increasing quality and life expectancy. A number greater than one-third of deaths from cardiovascular diseases are attributed to the eating habits and physical activity and other risk factors closely related thereto, such as high blood pressure, atherosclerosis, diabetes and obesity. Most of the individual differences of the risk of eventually developing obesity, cancer or cardiovascular diseases and population variations in the incidence and prevalence of these diseases is due to factors related to lifestyles.