DINÂMICAS CULTURAIS NA ESCOLA E A ORGANIZAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ENSINO DE UMA ESCOLA DO CAMPO: jovens, livros didáticos e a especificidade

Revista Eventos Pedagógicos

Endereço:
Av. dos Ingás, 3001 - Jardim Imperial
Sinop / MT
78 550 -124
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/index
Telefone: (66) 3511-2128
ISSN: 2236-3165
Editor Chefe: Dra. Cristinne Leus Tomé
Início Publicação: 31/07/2010
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Educação

DINÂMICAS CULTURAIS NA ESCOLA E A ORGANIZAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ENSINO DE UMA ESCOLA DO CAMPO: jovens, livros didáticos e a especificidade

Ano: 2021 | Volume: 12 | Número: 1
Autores: E. A. Vieira
Autor Correspondente: E. A. Vieira | [email protected]

Palavras-chave: escola do campo, jovens do campo, livros didáticos.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Discute as relações entre especificidades das escolas do campo, suas dinâmicas culturais, os livros didáticos e os jovens. Tem como objetivo analisar a presença dos livros na vida escolar, buscando evidências da existência de especificidades que justifiquem a necessidade ou não de livros produzidos especialmente para alunos, nesta condição particular. A pesquisa de abordagem etnográfica foi desenvolvida em uma escola de Assentamento. As discussões fortalecem a ideia da existência de livros comuns às escolas do campo e da região urbana, mas com a possibilidade de produções alternativas de materiais didáticos a partir da experiência social e da cultura local.



Resumo Inglês:

It discusses the relationship between specificities of rural schools, their cultural dynamics, textbooks and young people. It aims to analyze the presence of books in school life, looking for evidence of the existence of specificities that justify the need or not for books produced especially for students, in this particular condition. The research of an ethnographic approach was carried out at a Settlement school. The discussions strengthen the idea of the existence of books common to schools in the countryside and in the urban region, but with the possibility of alternative production of teaching materials based on social experience and local culture.