EDUCAÇÃO AMBIENTAL POPULAR SUSTENTÁVEL: PARA ALÉM DA VISÃO ROMÂNTICA E TECNICISTA

Revista GeoSertões

Endereço:
Rua Sérgio Moreira de Figueiredo, s/n - Campus do CFP-UFCG - Casas Populares
Cajazeiras / PB
58900000
Site: http://revistas.ufcg.edu.br/cfp/index.php/geosertoes/index
Telefone: (83) 3532-2000
ISSN: 25255703
Editor Chefe: Santiago Andrade Vasconcelos
Início Publicação: 30/06/2016
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Geografia

EDUCAÇÃO AMBIENTAL POPULAR SUSTENTÁVEL: PARA ALÉM DA VISÃO ROMÂNTICA E TECNICISTA

Ano: 2019 | Volume: 4 | Número: 7
Autores: Ireneide Gomes de Abreu, Jacob Silva Solto, Silvana Eloisa da Silva Ribeiro, Ricardo Alves de Olinda
Autor Correspondente: Ireneide Gomes de Abreu | [email protected]

Palavras-chave: ENSINO FUNDAMENTAL, SEMIÁRIDO PARAIBANO, PRÁTICA CRÍTICO-REFLEXIVA.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A problemática socioambiental tem sido objeto de preocupação de educadores nos diversos níveis de ensino, especialmente no Ensino Fundamental. Esse estudo objetiva apresentar a análise das concepções e práticas de educação ambiental (EA) nas escolas X, Y e Z. Neste, empregou-se a metodologia quanti-qualitativa por meio de entrevista e questionários, além de revisão bibliográfica e documental. Para operacionalização da pesquisa empírica  realizou-se  observação in  lócus.  A  amostra  foi  composta  de  17  educadores,  04  gestores  e  02 coordenadores  pedagógicos.  O  estudo  fundamentou-se  no  pensamento  de  Paulo  Freire  (2011),  ao  abordar  a educação problematizadora, nos enfoques de Sauvé (2005), Reigota (2017), Leff (2009, 2010) ao tratarem da relação  meio  ambiente  e  educação.  Os  resultados  da  pesquisa  apontam  a  presença de  concepções  e  práticas tecnicistas  e  românticas  de  EA,  prevalecendo  atitudes  pedagógicas  pontuais  de  cunho  biorregionalista, distanciando-se das concepções de EA crítico-social, dificultando, assim, a construção da Educação Ambiental Popular Sustentável (EAPS)



Resumo Inglês:

The  environmental  issue  has  been  educators  object  of  concern  in  various  educational  levels,  especially  in elementary  school.  This  study  aims  to  present  the  analysis  of  conceptions  and  practices  of  environmental education (EE) in XYZ schools. In this, we use a quantitative and qualitative methodology, through interviews and  questionnaires,  as  well  as  bibliographic  and  documentary  review.  For  operationalization  of  empirical research  was  held  observation  in  locus.  The  sample  was  composed  of  17  educators,  04  managers  and  02 coordinators  pedagogical.  The  study  is  based  on  the  thought  of  Paulo  Freire  (2011),  to  approach  the problematical education, the approaches Sauvé (2005), Reigota (2017), Leff (2009, 2010) and Moraes (1997) by treating the relationship environment and education. The survey results indicate the presence of concepts and technologic and romantic practices of EE, prevailing specific pedagogical attitudes bio regionalist imprint, away from the conceptions of critical-social EE, thus hampering the construction of Environmental Education Sustainable Popular (EESP)