Efeito do tratamento de sementes no desenvolvimento inicial na cultura do milho (Zea mays L.)

Revista Agrária Acadêmica

Endereço:
Rua Rio Grande do Norte - 1342, sala 3 - Centro
Imperatriz / MA
65901-280
Site: https://agrariacad.com/
Telefone: (81) 9423-2398
ISSN: 2595-3125
Editor Chefe: Jailson Honorato
Início Publicação: 01/05/2018
Periodicidade: Bimestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Biologia geral, Área de Estudo: Bioquímica, Área de Estudo: Botânica, Área de Estudo: Ciência e Tecnologia de Alimentos, Área de Estudo: Ecologia, Área de Estudo: Engenharia Agrícola, Área de Estudo: Medicina Veterinária, Área de Estudo: Melhoramento Animal, Área de Estudo: Microbiologia, Área de Estudo: Recursos Florestais e Engenharia Florestal, Área de Estudo: Recursos Pesqueiros e Engenharia da Pesca, Área de Estudo: Zoologia, Área de Estudo: Zootecnia

Efeito do tratamento de sementes no desenvolvimento inicial na cultura do milho (Zea mays L.)

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: 3
Autores: Victor Nogueira Soares, Ricardo Alexandre Lambert, João Antônio da Silva, Aldaísa Martins da Silva de Oliveira
Autor Correspondente: Ricardo Alexandre Lambert | [email protected]

Palavras-chave: Princípios ativos. Inseticidas. Híbridos de milho.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O tratamento de sementes no milho é de extrema importância, pois favorece um melhor estabelecimento inicial da planta, e a protege contra patógenos e insetos, agindo de forma sistêmica, contribuindo para um menor desequilíbrio biológico. O trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes princípios ativos de inseticidas no tratamento de sementes sobre o desenvolvimento inicial de dois híbridos de milho. Foi utilizado o delineamento em blocos casualizados (DBC) em esquema fatorial, com 2 híbridos e 5 inseticidas com 5 repetições, tendo como parcela útil 1 vaso com volume de 8 dm3 . Conclui – se que os inseticidas testados no tratamento de sementes não influenciaram o desenvolvimento inicial do milho.



Resumo Inglês:

The treatment of seeds in maize is of extreme importance, since it favors a better initial establishment of the plant, and it protects against pathogens and insects, acting in a systemic way, contributing to a lower biological imbalance. The objective of this work was to evaluate the effect of different active principles of insecticides on seed treatment on the initial development of two maize hybrids. A randomized complete block design (DBC) was used in a factorial scheme, with 2 hybrids and 5 insecticides with 5 replications, with 1 pot with a volume of 8 dm3 as a useful plot. It was concluded that the insecticides tested in seed treatment did not influence the initial development of corn.