EM KUATIA REI QUE VALE MAIS DO QUE DINHEIRO: A CONSTRUÇÃO SIMBÓLICA DO CONTO EL TRUENO ENTRE LAS HOJAS DE AUGUSTO ROA BASTOS

REVISTA DE LETRAS [email protected]

Endereço:
Avenida dos Ingás, 3001 Jardim Imperial Sala L10
Sinop / MT
78555-000
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/norteamentos
Telefone: (66) 3511-2138
ISSN: 19838018
Editor Chefe: Rosana Rodrigues da Silva e Neusa Inês Philippsen
Início Publicação: 30/06/2008
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Letras

EM KUATIA REI QUE VALE MAIS DO QUE DINHEIRO: A CONSTRUÇÃO SIMBÓLICA DO CONTO EL TRUENO ENTRE LAS HOJAS DE AUGUSTO ROA BASTOS

Ano: 2017 | Volume: 10 | Número: 21
Autores: A. R. Guizzo, L. J.R. Godoy
Autor Correspondente: A. R. Guizzo, L. J.R. Godoy | [email protected]

Palavras-chave: literatura paraguaia, exploração econômica, materialismo histórico

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste artigo, nosso objetivo é analisar as relações sociais representadas no conto El trueno entre las
hojas, de Augusto Roa Bastos, partindo de aportes teóricos do materialismo dialético de Karl Marx.
O conto narra a instalação de um engenho e a exploração e violência contra a população, obrigada a
trabalhar no cultivo da cana e produção do açúcar. Observamos o diálogo entre o conto de Roa
Bastos e conceitos fundamentais da obra marxista – a exploração econômica, o trabalho, a
alienação, o ideal de luta de classes –; assim como, a linguagem como meio de exploração e,
igualmente, de resistência social.