Entre o amarelo e o azul a história de um percurso

Línguas e Instrumentos Linguísticos

Endereço:
Rua Sérgio Buarque de Holanda - 421 - Cidade Universitária
Campinas / SP
13083-859
Site: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil
Telefone: (19) 3521-6729
ISSN: 2674-7375
Editor Chefe: Greciely Cristina da Costa
Início Publicação: 03/12/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Linguística, Letras e Artes, Área de Estudo: Linguística

Entre o amarelo e o azul a história de um percurso

Ano: 2019 | Volume: 0 | Número: 44
Autores: Lagazzi, Suzy
Autor Correspondente: Lagazzi, Suzy | [email protected]

Palavras-chave: Analise do discurso, Materialidade, Resistencia, Alteridade, Michel Pecheux

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este texto apresenta um percurso discursivo de análise que toma como ponto de ancoragem a “composição material”, trabalhada na relação entre a capa e os contos do livro No seu pescoço, de Chimamanda Ngozi Adichie. Retomando conceitos fundantes de Michel Pêcheux, o percurso aqui apresentado vai delineando relações teóricoanalíticas que mostram a potência do dispositivo de leitura concebido pelo autor, em seus desdobramentos propostos por Eni Orlandi. Ressaltando o primado do gesto de descrição, vou procedendo à deslinearização discursiva na “imbricação das diferentes materialidades significantes” e chego ao funcionamento da “resistência simbólica”, marcada em contrastes diversos por meio dos elementos significantes materialmente distintos.



Resumo Inglês:

This text presents a discursive path of analysis that makes the “material composition” its anchor point, worked out through the relation between the cover and the tales of the book The thing around your neck (No seu pescoço – in the Brazilian edition), by Chimamanda Ngozi Adichie. Returning to Michel Pêcheux's founding concepts, the path presented here delineates theoretical-analytical relations that show the power of the reading device conceived by the author, in its developments proposed by Eni Orlandi. Highlighting the primacy of the gesture of description, I proceed to discursive delinearization in the “imbrication of the different significant materialities”, thus reaching the functioning of the “symbolic resistance”, marked in different contrasts through the materially distinct significant elements.