ESFINGE REVISITADA: A TRANSFIGURAÇÃO DO MITO EM TERRITÓRIO SELVAGEM

REVISTA DE LETRAS [email protected]

Endereço:
Avenida dos Ingás, 3001 Jardim Imperial Sala L10
Sinop / MT
78555-000
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/norteamentos
Telefone: (66) 3511-2138
ISSN: 19838018
Editor Chefe: Rosana Rodrigues da Silva e Neusa Inês Philippsen
Início Publicação: 30/06/2008
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Letras

ESFINGE REVISITADA: A TRANSFIGURAÇÃO DO MITO EM TERRITÓRIO SELVAGEM

Ano: 2017 | Volume: 10 | Número: 21
Autores: A. Q. de Vargas
Autor Correspondente: A. Q. de Vargas | [email protected]

Palavras-chave: surrealismo, Édipo, Esfinge, pintura, ginocrítica.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Esta investigação trata da desconstrução de Édipo desenvolvida pela estética surrealista,
acepção segundo a qual o mito se torna um ser esmaecido pela poderosa presença da Esfinge.
As telas de Dalí, Bacon, Chirico e Ernst mostram um Édipo que perde o status de herói, ao
mesmo tempo em que a figura da Esfinge passa a ocupar o centro interpretativo. A tela de
Ingres, Édipo resolve o enigma da esfinge, é analisada, neste texto, sob a perspectiva da crítica
ginocêntrica de Elaine Showalter, sendo que o viés analítico com base na crítica feminista
ratifica a releitura do mito realizada neste trabalho.