Estimativa de perda de solo por erosão laminar em Lucena-PB

Revista de Geociências do Nordeste

Endereço:
Rua José Gregório - Penedo
Caicó / RN
59300000
Site: https://periodicos.ufrn.br/revistadoregne/index
Telefone: (84) 9888-0962
ISSN: 2447-3359
Editor Chefe: Saulo Roberto de Oliveira Vital
Início Publicação: 30/06/2015
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Geociências, Área de Estudo: Geografia

Estimativa de perda de solo por erosão laminar em Lucena-PB

Ano: 2019 | Volume: 5 | Número: Especial
Autores: H. J. M. Carvalho, C. A. M. Ribeiro, M. A. Santos, P. V. R. Carvalho
Autor Correspondente: H. J. M. Carvalho | [email protected]

Palavras-chave: Erosão laminar, perda de solo, Equação Universal de Perda de Solo

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A erosão laminar provocada pela ação da chuva é um dos problemas ambientais mais frequentes nas cidades, causando diversos danos materiais e humanos anualmente. Esse tipo de erosão é mais intenso em terrenos mais inclinados e com pouca proteção do solo, a exemplo da cidade de Lucena, na Paraíba, onde já se percebem processos erosivos em áreas de intensa atividade agrícola, especialmente nas áreas mais elevadas onde predomina o solo Argissolo Vermelho Amarelo, cuja erodibilidade é relativamente alta. Este trabalho apresenta os resultados de uma avaliação das condições de vulnerabilidade à perda de solo, no município de Lucena, em que foi utilizada a Equação Universal de Perda de Solo (USLE) através de ferramentas de Geoprocessamento a partir de uma carta altimétrica mais precisa, com equidistância de 1m, o que permitiu a obtenção de um modelo digital do terreno (MDT) com resolução de 10m. Procurou-se, com isso, aperfeiçoar estudos antecedentes para a mesma cidade, revelando-se, aqui, que a resolução do MDT interfere significativamente no resultado final da simulação: MDTs com resolução mais baixa tendem a superdimensionar o fator LS da USLE e, por conseguinte, as estimativas de perdas de solo.