A ESTRATÉGIA AUTOFICCIONAL NAS INSTÂNCIAS AUTORAIS DE SUMMERTIME

REVISTA DE LETRAS [email protected]

Endereço:
Avenida dos Ingás, 3001 Jardim Imperial Sala L10
Sinop / MT
78555-000
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/norteamentos
Telefone: (66) 3511-2138
ISSN: 19838018
Editor Chefe: Rosana Rodrigues da Silva e Neusa Inês Philippsen
Início Publicação: 30/06/2008
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Letras

A ESTRATÉGIA AUTOFICCIONAL NAS INSTÂNCIAS AUTORAIS DE SUMMERTIME

Ano: 2018 | Volume: 11 | Número: 24
Autores: V. C. Pereira, A. C. A. Silva
Autor Correspondente: V. C. Pereira | [email protected]

Palavras-chave: autobiografia, autoficção, autoria.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente artigo tem como objetivo investigar de que forma o romance Summertime, de J. M. Coetzee, se encaixa na definição de conceitos como autobiografia e autoficção. Do mesmo modo, busca-se analisar o efeito das rupturas estruturais presentes na obra, principalmente as relacionadas à questão da autoria, e seus resultados na adequação aos gêneros expostos. Nesse processo, há uma tentativa de organização das várias instâncias autorais de Summertime, evidenciando, assim, seus vários espaços literários e o caráter fragmentário da narrativa.



Resumo Inglês:

This paper aims to investigate how the novel Summertime, by J. M. Coetzee, fits the definition of concepts such as autobiography and autofiction. In the same way, the effects of the structural ruptures present in the work is analyzed, especially those related to the authorship question and its results in the adequacy to the exposed genres. In this process, there is an attempt to organize the various Summertime authorial instances, showing the several literary spaces and the fragmentary nature of the narrative.