A forma-cídio e suas articulações morfológicas sob o ponto de vista da enunciação

Línguas e Instrumentos Linguísticos

Endereço:
Rua Sérgio Buarque de Holanda - 421 - Cidade Universitária
Campinas / SP
13083-859
Site: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil
Telefone: (19) 3521-6729
ISSN: 2674-7375
Editor Chefe: Greciely Cristina da Costa
Início Publicação: 03/12/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Linguística, Letras e Artes, Área de Estudo: Linguística

A forma-cídio e suas articulações morfológicas sob o ponto de vista da enunciação

Ano: 2019 | Volume: 0 | Número: 44
Autores: Dias, Thalita Nogueira
Autor Correspondente: Dias, Thalita Nogueira | [email protected]

Palavras-chave: Enunciaçao, Formas “x-cidio”, Articulaçoes linguisticas

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este artigo desenvolve um estudo semântico da forma -cídio, advindo do latim “cid/um” (ação de quem mata ou o seu resultado). Estudamos as articulações morfológicas “x-cídio” homicídio, infanticídio, suicídio, feminicídio, generocídio, lesbocídio, sincericídio, politicídio, encontradas em sites da web. Analisamos essas construções pela perspectiva dos conceitos teóricos da semântica da enunciação formulados por Dias (2018). Os resultados da análise demonstram que as construções "x-cídio" adquirem relevância como morte provocada, com diferentes direcionamentos de sentidos e motivadas por fatores sociais, jurídicos e políticos, ideologicamente determinados.



Resumo Inglês:

This paper develops a semantic study of the form “-cídio,” coming from the Latin "cid / um" (action of who kills or its result). We study the morphological articulations “x-cídio” homicídio, infanticídio, suicídio, feminicídio, generocídio, lesbocídio, sincericídio, politicídio, found in web sites. We analyze these constructions from the perspective of the theoretical conceptions of the semantics of enunciation formulated by Dias (2018). The results of the analysis show that "x-cídio" constructions acquire relevance as provoked death, with different orientations of meanings and motivated by ideologically determined social, juridical, and political factors.