INCIDÊNCIA DE SÍFILIS CONGÊNITA EM UMA UNIDADE HOSPITALAR DO MUNICÍPIO DE VALENÇA

Revista Saber Digital

Endereço:
Rua Sargento Vitor Hugo, 161 - Bairro de Fátima
Valença / RJ
27600-000
Site: http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital
Telefone: (24) 2453-0700
ISSN: 19828373
Editor Chefe: Lilian Cristina de Sousa Oliveira Batista Cirne
Início Publicação: 02/01/2008
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Educação física, Área de Estudo: Enfermagem, Área de Estudo: Medicina, Área de Estudo: Odontologia, Área de Estudo: Multidisciplinar

INCIDÊNCIA DE SÍFILIS CONGÊNITA EM UMA UNIDADE HOSPITALAR DO MUNICÍPIO DE VALENÇA

Ano: 2020 | Volume: 13 | Número: 2
Autores: Marcelle Martins De Morais Sanches, Vivian Lima Da Silva Naves, Natalia Barbosa Nunes Romaniel
Autor Correspondente: Marcelle Martins De Morais Sanches | [email protected]

Palavras-chave: Syphilis, congenitalsyphilis, prenatal, Sífilis, sífilis congênita, pré-natal

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Introdução: A sífilis congênita é o resultado da disseminação hematogênica do Treponema pallidum, da gestante infectada não tratada ou inadequadamente tratada para o seu concepto, por via transplacentária. Sabe-se que a transmissão vertical do Treponema pallidum pode ocorrer em qualquer fase gestacional ou estágio clínico da doença materna. Os principais fatores que determinam a probabilidade de transmissão vertical do T. pallidum são o estágio da sífilis na mãe e a duração da exposição do feto no útero. Objetivos: Identificar a incidência de sífilis congênita em uma unidade hospitalar do município de Valença-RJ, além de apontar as principais alterações detectadas ao nascimento associadas a Sífilis Congênita e correlacionar os casos positivos com o número de consultas de pré-natal realizadas pela mãe. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo da leitura dos prontuários de gestantes internadas no Hospital Escola Luiz Gioseffi Jannuzzi no recorte temporal de 2016-2017, com análise de dados guiada por um roteiro pré-estruturado. Resultado e conclusões: nota-se a falta de notificação e dados mais substanciais. Também notamos uma baixa adesão das gestantes ao pré-natal, assim como a necessidade implementação de medidas que diminuam as taxas de incidência e da sífilis congênita no município de Valença, trabalhando a prevenção como condição determinante evitar os agravos ao recém-nascido.



Resumo Inglês:

Introduction: Congenital syphilis is the result of the hematogenous spread of Treponema pallidum, from an untreated or inadequately treated infected pregnant woman, via the transplacental route. It is known that vertical transmission of Treponema pallidumcan occur at any stage of pregnancy or clinical stage of maternal disease. The main factors thatdetermine the probability of vertical transmission of T. pallidum are the stage of syphilis in the mother and the duration of exposure of the fetus in the uterus. Objectives:To identify the incidence of congenital syphilis in a hospital in the municipality of Valença-RJ, in addition to pointing out the main changes detected at birth associated with Congenital Syphilis and correlating positive cases with the number of prenatal consultations performed by the mother. Materials and Methods:Retrospective study of the reading of medical records of pregnant women admitted to Hospital Escola Luiz Gioseffi Jannuzzi in the time frame of 2016-2017, with data analysis guided by a pre-structured script. Result and conclusions:there is a lack of notification and more substantial data. We also noticed a low adherence of pregnant women to prenatal care, as well as the need to implement measures to reduce the incidence rates and congenital syphilis in the municipality of Valença, working on prevention as a determining condition to prevent injuries to the newborn.