INCIDÊNCIA DO ABSENTEÍSMO EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA

Bionorte

Endereço:
Avenida Osmani Barbosa, 11.111 - Conjunto Residencial JK
Montes Claros / MG
39404-006
Site: http://revistas.funorte.edu.br/revistas/index.php/bionorte
Telefone: (38) 2101-9288
ISSN: 2175-1943
Editor Chefe: Árlen Almeida Duarte de Sousa
Início Publicação: 01/02/2014
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Biológicas, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

INCIDÊNCIA DO ABSENTEÍSMO EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA

Ano: 2014 | Volume: 3 | Número: 2
Autores: E. L. F. Costa, E. O. Silva, L. A. C. Finelli
Autor Correspondente: L. A. C. Finelli | [email protected]

Palavras-chave: Absenteísmo. Enfermagem. Trabalho.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O absenteísmo é uma expressão utilizada para designar a falta do empregado ao trabalho. O absenteísmo na enfermagem é preocupante, pois desorganiza o serviço, gera insatisfação e sobrecarga entre os trabalhadores presentes e consequentemente diminui a qualidade da assistência prestada ao paciente. A partir dessa consideração, o trabalho teve por objetivo identificar na literatura científica os principais motivos de adoecimentos causadores de absenteísmo dos profissionais da enfermagem que atuam nas unidades de terapia intensiva. Para tanto, realizou-se uma revisão integrativa da literatura. Os achados foram coletados nas bases de dados LILACS, BDENF, SCIELO e CAPES. Foram identificados e incluídos cinco artigos que atenderam aos critérios de inclusão na pesquisa. Os resultados revelaram que houve associação das doenças osteomusculares com o absenteísmo, o que gera afastamento e excesso de licenças médicas pelos profissionais de enfermagem. Dessa forma, considera-se que o absenteísmo em trabalhadores de enfermagem interfere diretamente no funcionamento do serviço acarretando em sobrecarga de trabalho na equipe e consequentemente uma assistência de enfermagem deficiente.



Resumo Inglês:

Absenteeism is an expression used to define employee absences at the workplace. Absenteeism in nursing is worrisome because it disorganizes the services provided, generates lack of satisfaction and overload between the workers present, and consequently diminishes the quality of the services provided to the patient. Considering this, the objective of this study was to identify in the scientific literature the main reasons for sickness leading to absenteeism amongst nursing professionals who work in intensive therapy clinics. For this purpose, an integrative review of the literature was prepared. Articles were selected from the databases LILACS, BDENF, SCIELO, and CAPES. Five articles that fulfilled the inclusion criteria have been included in this study. The results indicate that bone and muscle diseases, that lead to sick time and excessive medical leaves, have been associated with absenteeism of these nursing professionals. In this way, absenteeism in nursing professionals interferes directly with the functioning of clinics, causing work overload within the team and consequently to deficiencies in nursing services.