INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIAS NA ESCOLA: concepção das professoras da educação infantil

Revista Eventos Pedagógicos

Endereço:
Av. dos Ingás, 3001 - Jardim Imperial
Sinop / MT
78 550 -124
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/index
Telefone: (66) 3511-2128
ISSN: 2236-3165
Editor Chefe: Dra. Cristinne Leus Tomé
Início Publicação: 31/07/2010
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Educação

INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIAS NA ESCOLA: concepção das professoras da educação infantil

Ano: 2021 | Volume: 12 | Número: 1
Autores: I. G. G. Machado
Autor Correspondente: I. G. G. Machado | [email protected]

Palavras-chave: educação infantil, compreensão dos professores, inclusão das crianças, declaração de Salamanca.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este artigo teve como objetivo conhecer a realidade de uma escola regular de educação infantil que possui o Atendimento Educacional Especializado na cidade de Sinop-Mato Grosso, em 2020. A metodologia usada foi de abordagem qualitativa e pesquisa bibliográfica, com a intenção de investigar como os professores realizam a inclusão dos alunos que necessitam de atendimentos especializados. A fundamentação se embasou em Maria Luiza Medeiros e a Declaração de Salamanca. Concluiu-se que a escola é o espaço que precisa estar preparado para acolher a criança com deficiência e oferecer o atendimento necessário por pessoas especializadas, oportunizando desenvolver suas capacidades sociais e cognitivas nas salas de atendimento regulares.



Resumo Inglês:

This present paper aimed to know the reality of a public Early Childhood School where offers a specialized educational service in Sinop city, State of Mato Grosso, Brazil, in 2020. On the purpose of seeking how teachers undertake the inclusion of children with specialized attendance needs, the research methodology used the qualitative approach under the bibliographical research. As theoretical support, this study is anchored in Maria Luiza Medeiros and the Salamanca Statement. It concludes that the school environment needs to be prepared to welcome the children with disabilities and offer the necessary specialized service, furthermore, develop children's social and cognitive skills in regular classrooms.