A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA NO ESTADO DE HUMOR DE MULHERES ADULTAS

Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar

Endereço:
Praça Mascarenha de Moraes, 4282 - UNIPAR - Zona III
Umuarama / PR
87502210
Site: http://revistas.unipar.br/saude
Telefone: (44) 3621-2812
ISSN: 1982-114X
Editor Chefe: Francislaine Aparecida Dos Reis Lívero
Início Publicação: 31/01/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências da Saúde

A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA NO ESTADO DE HUMOR DE MULHERES ADULTAS

Ano: 2021 | Volume: 25 | Número: 2
Autores: SOUZA, H. dos S. de; SANTOS, D. M. dos; XAVIER, G. H. C.; SANTANA, B. A.; OLIVEIRA, V. de; TERTULIANO, I. W.
Autor Correspondente: SOUZA, H. dos S. de | [email protected]

Palavras-chave: Humor, Exercício Físico, Exercício, Psicologia do Esporte, Mood, Physical Exercise, Exercise, Sport Psychology

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O objetivo do presente estudo foi comparar os níveis de estado de humor de mulheres adultas praticantes de atividade física regular com os de mulheres adultas sedentárias. Participaram do estudo 57 mulheres (53,36 ± 10,68 anos de idade), divididas em dois grupos: ativas e sedentárias. Utilizou-se um questionário para caracterização da amostra e a Escala de Humor de Brunel (BRUMS). Os resultados do presente estudo demonstraram que as mulheres ativas apresentaram estado de humor positivo, além de apresentaram baixos escores para o estado de humor negativo, quando comparadas aos escores das mulheres sedentárias. Pode-se concluir que a atividade física pode influenciar positivamente o estado de humor.



Resumo Inglês:

The aim of this study was to compare mood levels of adult women engaged in regular physical activity with those of sedentary adult women. Fifty-seven women participated in the study (53.36 ± 10.68 years’ old), divided into two groups: active and sedentary. A questionnaire was used to characterize the sample, and the Brunel Mood Scale (BRUMS) was also applied. The results demonstrated that active women had a positive mood state in addition to having low scores for negative mood state when compared to the scores of sedentary women. It can be concluded that physical activity can have a positive influence on mood state.