Kant e Rousseau: na encruzilhada da antropologia filosófica de Cassirer

Kant e-Prints

Endereço:
Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE), Rua Sérgio Buarque de Holanda, Nº 251 - Cidade Universitária
Campinas / SP
13083-859
Site: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/index
Telefone: (19) 3521-6520
ISSN: 1677-163X
Editor Chefe: Daniel Omar Perez
Início Publicação: 01/01/2002
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Humanas

Kant e Rousseau: na encruzilhada da antropologia filosófica de Cassirer

Ano: 2021 | Volume: 16 | Número: 2
Autores: L. R. R. Santos
Autor Correspondente: L. R. R. Santos | [email protected]

Palavras-chave: antropologia filosófica, Cassirer, Kant, Rousseau, antropologia

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A interpretação de Cassirer da dívida intelectual de Kant para com Rousseau é conhecida e estabeleceu um marco real na crítica especializada de ambos os filósofos. No entanto, o exame desta dívida no interior do projeto cassireriano de constituição de uma Antropologia filosófica não foi ainda realizado, devido à rejeição de Cassirer das notáveis antropologias de Kant e Rousseau, que resultou na omissão deste tópico em An Essay on Man. Os manuscritos de Cassirer que testemunham a preparação dessa obra (Vorlesung Göteborg, Vorlesung New Havene o esboço original de An Essay on Man) nos ajudam a formar uma outra imagem, que posiciona Rousseau e Kant no centro do álbum de família da Antropologia filosófica. A compreensão da negligência de Cassirer a respeito dos projetos antropológicos de Kant e de Rousseau, bem como das causas possíveis da ausência deles na foto oficial constituem o objetivo do presente artigo.



Resumo Inglês:

The Cassirerian interpretation of Kant’s intellectual debt to Rousseau is well known and established a real milestone in the specialized criticism of both philosophers. However, the examination of this debt within the Cassirerian project for the constitution of a philosophical anthropology has not yet been carried out, due to Cassirer’s neglect of Kant and Rousseau’s remarkable anthropologies, which resulted in the omission of this topic in An Essay on Man. The Cassirer’s manuscripts who witness the preparationof this work (Vorlesung Göteborg, Vorlesung New Havenand the original sketch of An Essay on Man) help us to form a different image, which places Rousseau and Kant at the midst of the philosophical Anthropology family album. The understanding of Cassirer’s disregard of Kant and Rousseau’s anthropological projects, as well as the possible causes of their absence in the official photo, is the purpose of this article.