Micropropagation of Arrowroot (Maranta arundinacea)

Revista Agrária Acadêmica

Endereço:
Rua Rio Grande do Norte - 1342, sala 3 - Centro
Imperatriz / MA
65901-280
Site: https://agrariacad.com/
Telefone: (81) 9423-2398
ISSN: 2595-3125
Editor Chefe: Jailson Honorato
Início Publicação: 01/05/2018
Periodicidade: Bimestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Biologia geral, Área de Estudo: Bioquímica, Área de Estudo: Botânica, Área de Estudo: Ciência e Tecnologia de Alimentos, Área de Estudo: Ecologia, Área de Estudo: Engenharia Agrícola, Área de Estudo: Medicina Veterinária, Área de Estudo: Melhoramento Animal, Área de Estudo: Microbiologia, Área de Estudo: Recursos Florestais e Engenharia Florestal, Área de Estudo: Recursos Pesqueiros e Engenharia da Pesca, Área de Estudo: Zoologia, Área de Estudo: Zootecnia

Micropropagation of Arrowroot (Maranta arundinacea)

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: 3
Autores: Guilherme Augusto Arantes Sousa, Josimara Nolasco Rondon, Marney Pascoli Cereda, Francilina Araujo Costa, Victória Maria Ingre Targa, Denilson de Oliveira Guilherme
Autor Correspondente: Josimara Nolasco Rondon | [email protected]

Palavras-chave: micropropagation, in vitro culture, greenhouse, chlorophyll

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O estudo teve como objetivo estabelecer um protocolo para produzir plantas de araruta rapidamente. As plântulas foram cultivadas a partir de nós do caule em meio MS modificado em sala de crescimento controlada, casa de vegetação e novamente aclimatizadas em casa de vegetação em substrato de areia lavada e solo. Os teores de clorofila tanto de a quanto de b nas plântulas foram maiores no tratamento em campo (32,97 e 9,80, respectivamente) e as plantas cultivadas em casa de vegetação tiveram maior conteúdo do que plantas cultivadas in vitro (16,66 e 3,76, respectivamente). Plantas aclimatizadas em solo de casa de vegetação por 120 dias atingiram altura média acima de 32,7 cm e maior número de folhas (7,0) e massa seca de rizoma (100 g) em relação às aclimatizadas em areia lavada (15,00 cm, 7,0 e 50 g respectivamente). Assim, os resultados mostraram que é possível obter rizomas de araruta em menos tempo.



Resumo Inglês:

The study aimed at establishing a protocol to produce arrowroot plants quickly. Seedlings were grown from stem nodes on modified MS medium in controlled growth chamber, green house and filed and again aclimatized in green house on washed sands and soil. Chlorophyll content both of a and b in seedlings were higher in the plants grown in field (32.97 and 9.80 respectively) and likewise greenhouse grown seedlings had greater contents than in plants grown in vitro (16.66 and 3.76 respectively). Plants acclimatized in green house soil for 120 days achieved an average rhizome height up to 32.7 cm along with having higher number of leaves (7.0) and dry weight (100 g) compared to those acclimatized in washed sands (15.00 cm, 7.0 and 50 g respectively). So, the results showed that is possible to obtain rhizomes of arrowroot in less time.