O processo de urbanização na província de Córdoba, Argentina. Para uma empirização do tempo

Ágora - UNISC

Endereço:
Avenida Independência, 2293 - Bloco 5, Sala 506
Santa Cruz do Sul / RS
1
Site: http://online.unisc.br/seer/index.php/agora/index
Telefone: (51) 3717-7378
ISSN: 19826737
Editor Chefe: [email protected]
Início Publicação: 28/02/1995
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: História

O processo de urbanização na província de Córdoba, Argentina. Para uma empirização do tempo

Ano: 2015 | Volume: 17 | Número: 1
Autores: F. G. Lucero, M. Á. Galfioni, M. Donadoni, A. Emiliozzi, J. L. Hernández
Autor Correspondente: F. G. Lucero | [email protected]

Palavras-chave: processo de urbanização, sistema urbano, contexto políticoeconômico

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A atual configuração territorial dos assentamentos populacionais urbanos da Argentina foi o resultado de um longo processo histórico de construção social, que tem respondido ao contexto político-econômico da história do país, fortemente influenciada pela sua inserção na divisão internacional do trabalho.As cidades, pontos nodais das economias internas, mostram uma estrutura e dinâmica populacional próprias,
resultante do seu comportamento demográfico interno e sua relação sistêmica com outras unidades em assentamentos populacionais formando um sistema urbano provinciano solidário às estratégias nacionais.O objetivo deste trabalho é analisar evolução e a distribuição da população e assentamentos urbanos na província de Córdoba e sua relação com os diferentes períodos da história socioeconômica e
política da Argentina, tentando identificar alguns problemas emergentes dessa configuração.O período de interesse, entre 1869 e 2010, foi definido pela disponibilidade de censos nacionais que contribui com base empírica para esta proposta e os resultados são apresentados em termos de análise e reflexão dos indicadores sintéticos e expressões cartográficas.



Resumo Inglês:

The current territorial configuration of settlements of the urban population in Argentina has been the result of a long historical process of social construction. Such process has resulted from the political-economic context in the country’s history, which was strongly influenced by its insertion in the international division of the labour.The cities, nodal points of internal economies, have their own dynamics and population structure, which are the result from their internal demographic movements and systemic relationship with other units of population settlements, thus forming a provincial urban system, which supports the national strategies.The aim of this work is to study the evolution and distribution of the urban population and urban settlements in the Córdoba province, attending at their evolution in relation to the different socioeconomic periods in Argentina’s political history, in order to identify some emerging problems of that configuration.The period of interest lies between 1869 and 2010, and is characterized by the availability of national censuses, which provide the
empirical support for this proposal. The results will be presented in terms of an analysis and reflection of the synthetic indicators and cartographic expressions derived from the study.