Ocorrência de Schistosoma mansoni no município de São Bento, Baixada Ocidental Maranhense, estado do Maranhão, Brasil

Revista Pan-Amazônica de Saúde (RPAS)

Endereço:
Rodovia BR-316 km 7 - s/n - Centro
Ananindeua / PA
67030-000
Site: http://revista.iec.gov.br
Telefone: (91) 03214-2185
ISSN: 2176-6223
Editor Chefe: Dóris A. S. Corrêa e Isabella M. A. Mateus
Início Publicação: 02/01/2010
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Ciências Biológicas, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

Ocorrência de Schistosoma mansoni no município de São Bento, Baixada Ocidental Maranhense, estado do Maranhão, Brasil

Ano: 2017 | Volume: 8 | Número: 4
Autores: Maria Gabriela Sampaio Lira, Guilherme Silva Miranda, João Gustavo Mendes Rodrigues, Ranielly Araújo Nogueira, Gleycka Cristine Carvalho Gomes, Nêuton Silva-Souza
Autor Correspondente: Maria Gabriela Sampaio Lira | [email protected]

Palavras-chave: Biomphalaria, Doenças Parasitárias, Esquistossomose mansoni, Saúde Pública

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

OBJETIVO: Verificar se existe relação entre a positividade para Schistosoma mansoni em moluscos Biomphalaria sp. e em humanos, em bairros do município de São Bento, estado do Maranhão, Brasil, a fim de determinar se a presença de um hospedeiro exerce influência sobre o outro. MATERIAIS E MÉTODOS: Moluscos Biomphalaria sp. foram coletados, em 17 bairros do Município, em seus criadouros naturais e analisados em laboratório quanto à eliminação de cercárias. Coletores universais foram entregues aos habitantes residentes em um raio de 50 m, próximo aos criadouros naturais de moluscos, para a aquisição de amostras de fezes humanas, que foram analisadas pelo método de diagnóstico Kato-Katz. RESULTADOS: A positividade em humanos, nos bairros Outra Banda, Porto Grande e Matriz, não esteve relacionada com a dos moluscos. Os casos de indivíduos positivos ocorreram em pescadores do sexo masculino. CONCLUSÃO: Um criadouro peridomiciliar nem sempre será o responsável pela existência de casos de humanos positivos residentes em sua proximidade, sendo necessário levar em consideração a rotina das pessoas infectadas.



Resumo Inglês:

OBJECTIVE: To verify whether there is a relation between the positivity for Schistosoma mansoni in molluscs Biomphalaria sp. and in human, in the municipality of São Bento, Maranhão State, Brazil, in order to determine if the presence of one host exerts influence over the other. MATERIALS AND METHODS: Molluscs Biomphalaria sp. were collected in 17 districts of São Bento, in their natural breeding sites. Inside laboratory, those molluscs were analyzed regarding cercariae release. Universal collectors were delivered to the inhabitants living within 50 m radius near the natural mollusc breeding sites. The Kato-Katz method was used to analyze the faecal samples. RESULTS: Positive human cases occurred among fishermen from Outra Banda, Porto Grande, and Matriz districts and were not related to those in molluscs. CONCLUSION: A peridomiciliar breeding site can not always be responsible for the maintenance of positive humans cases living nearby, being necessary to take into account the routine of the infected individual.