PERCEPÇÕES E DESAFIOS DE ESTUDANTES COTISTAS EM CURSO DE ALTO PRESTÍGIO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

Revista em Favor de Igualdade Racial

Endereço:
6637 - Br 364, Km 04 - Distrito Industrial
Rio Branco / AC
Site: https://periodicos.ufac.br/index.php/RFIR/issue/view/155
Telefone: (68) 9974-5156
ISSN: 2595-4911
Editor Chefe: Flávia Rodrigues Lima da Rocha
Início Publicação: 11/05/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Multidisciplinar

PERCEPÇÕES E DESAFIOS DE ESTUDANTES COTISTAS EM CURSO DE ALTO PRESTÍGIO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

Ano: 2021 | Volume: 4 | Número: 3
Autores: Vandeilton Trindade Santana
Autor Correspondente: V. T. Santana | [email protected]

Palavras-chave: Ações Afirmativas, Estudantes, Ensino Superior

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente trabalho nasce das inquietações e pesquisas realizadas durante o Mestrado em Educação e Contemporaneidade, na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), concluído em 2016. Exponho, trago um recorte da dissertação que fala sobre as percepções, as superações e desafios dos estudantes diante das políticas de ações afirmativas, em especial às cotas raciais, em curso de maior prestígio social da UNEB. Para tanto, as discussões acerca de políticas afirmativas, têm sido de grande relevância social, no sentido de viabilizar as condições para o acesso. Para isso, a pesquisa buscou analisar a trajetória de estudantes cotistas em cursos de maior prestígio social, à época matriculados na Universidade do Estado da Bahia, bem como procurou compreender, quais caminhos percorreram para chegar à universidade, buscando identificar os aspectos e as estratégias que favoreceram e/ou dificultaram o acesso desses estudantes aos cursos escolhidos. Como aporte metodológico, utilizou-se a pesquisa qualitativa, tendo como método, o estudo de caso e a entrevista semi-estruturada como instrumento de coleta de dados. Sendo assim, o estudo aponta que o trajeto feito pelos estudantes cotistas foi marcado por inúmeras histórias de dificuldades, frente às quais a política de ações afirmativas emergiu como medida que proporcionou oportunidade de superação. Assim como permitiu, objetivamente, o acesso desses estudantes à universidade, potencializou as táticas criadas para subverter as dificuldades, permitindo vencer o medo, o preconceito e, consequentemente, a exclusão, que possivelmente decorreria no processo seletivo convencional



Resumo Inglês:

This work is born from the concerns and research carried out during the Master’s Education and Contemporaneity, at the University of the State of Bahia (UNEB), concluded in 2016. Besides, I bring a clipping of the dissertation that talks about perceptions, overcomes and challenges faced by students in the face of affirmative action policies, especially to quotas racial, ongoing of greater social prestige of UNEB. To that end, the discussions about affirmative policies have been of great social importance in order to make possible the conditions for access. For this, the research sought to analyze the trajectory of students shareholders in courses of greater social prestige, at the time enrolled at the State University of Bahia, as well as sought to understand , what paths they traveled to reach the university, seeking to identify the aspects and strategies that favored and/or made it difficult for these students to access the chosen courses. As a methodological contribution, qualitative research was used, using the method, case study and semi-interview structured as a data collection tool. Thus, the study points out that the made by the students cotistas was marked by numerous stories of difficulties, facing which affirmative action policy has emerged as a measure that has provided an opportunity to overcome. Just as it allowed, objectively, the access of these students to the university, empowered the tactics created to subvert the difficulties, allowing to overcome the fear, the prejudice and, consequently, exclusion, which could possibly take place in the process conventional selective.