Perspectivas de conservação pública: área de conservação ambiental municipal Pedra da Andorinha Taperuaba/Sobral – CE

Revista Agrária Acadêmica

Endereço:
Rua Rio Grande do Norte - 1342, sala 3 - Centro
Imperatriz / MA
65901-280
Site: https://agrariacad.com/
Telefone: (81) 9423-2398
ISSN: 2595-3125
Editor Chefe: Jailson Honorato
Início Publicação: 01/05/2018
Periodicidade: Bimestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Biologia geral, Área de Estudo: Bioquímica, Área de Estudo: Botânica, Área de Estudo: Ciência e Tecnologia de Alimentos, Área de Estudo: Ecologia, Área de Estudo: Engenharia Agrícola, Área de Estudo: Medicina Veterinária, Área de Estudo: Melhoramento Animal, Área de Estudo: Microbiologia, Área de Estudo: Recursos Florestais e Engenharia Florestal, Área de Estudo: Recursos Pesqueiros e Engenharia da Pesca, Área de Estudo: Zoologia, Área de Estudo: Zootecnia

Perspectivas de conservação pública: área de conservação ambiental municipal Pedra da Andorinha Taperuaba/Sobral – CE

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: 3
Autores: Cristiane Saboia Barros, Ernane Cortez Lima
Autor Correspondente: Cristiane Saboia Barros | [email protected]

Palavras-chave: Unidades de conservação, Gestão ambiental, Geossistema, Classificação geológica; Pedra da Andorinha

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Esta pesquisa analisa a Unidade de Conservação - UC Refúgio da Vida Silvestre Pedra da Andorinha em Taperuaba, em Sobral no Ceará. Investigaram-se as perspectivas de estratégias públicas municipais para conservação e manutenção da UC; O estudo é de natureza qualitativa, em uma pesquisa documental, entrevistas semiestruturadas e visitas ao local. Como resultados foram observados que a gestão da estrutura para conservação da unidade está deficiente, não havendo plano de manejo e nem conselho gestor. As principais ações ainda não tem metas de orçamento ou temporais para realização, no local há controle de acesso e infra-estrutura mínima, considerando-se com isso a existência de controle. Há reconhecimento da comunidade local sobre a importância da unidade, porém nunca foi realizado um trabalho estruturado de conscientização ou informação, há poucos trabalhos científicos sobre a área. Quanto a descrição geossistêmica o valor do patrimônio natural e científico é representativo, sendo refúgio da vida silvestre, em torno de 15 espécies em oito gêneros de andorinhas, na classificação geológica sua constituição prioritariamente de instrusões graníticas, do período Cambriano, os recursos hídricos pouco expressivos com riachos intermitentes. A classificação geomorfológica trata inselberg, com erosão diferencial.



Resumo Inglês:

This research aims at analyzing the Conservation Unit - UC Pedra da Andorinha Wildlife Refuge in Taperuaba, district of the city of Sobral in Ceará. The perspectives of municipal public strategies for conservation and maintenance of the CU were investigated; Evaluate inspection and control actions; Describe it from a Geosystemic perspective; The study is qualitative in nature, in a case study and as an instrument of data collection, a documentary research, semi-structured interviews and site visits were carried out. As results it was observed that the management of the structure for the conservation of the unit is deficient, there being no management plan and no management council. The main actions still do not have budget or temporary goals to carry out, in place there is access control and minimum infrastructure, considering with this the existence of control. There is recognition from the local community about the importance of unity, but never a structured work of awareness or information has been carried out, there are few scientific works on the area. As for the geosystemic description, the value of the natural and scientific patrimony is representative, being a refuge of the wild, around 15 species in eight genera of swallows, in the geological classification its constitution mainly of granitic instrusions, of the Cambrian period, the water resources little expressive with intermittent streams. As its geomorphological classification treats inselberg, worked overtime by differential erosion.