PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NA CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO CRIATIVO E CRÍTICO DAS CRIANÇAS NA ESCOLA

Revista Eventos Pedagógicos

Endereço:
Av. dos Ingás, 3001 - Jardim Imperial
Sinop / MT
78 550 -124
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/index
Telefone: (66) 3511-2128
ISSN: 2236-3165
Editor Chefe: Dra. Cristinne Leus Tomé
Início Publicação: 31/07/2010
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Educação

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NA CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO CRIATIVO E CRÍTICO DAS CRIANÇAS NA ESCOLA

Ano: 2021 | Volume: 12 | Número: 1
Autores: L. S. Santos
Autor Correspondente: L. S. Santos | [email protected]

Palavras-chave: práticas pedagógicas, pensamento criativo e crítico, Programa Institucional de Iniciação a Docência, pesquisa observação-participante, professores, crianças.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este artigo tem como finalidade analisar como que as práticas pedagógicas contribuem no pensamento criativo e crítico das crianças em consonância as experiências do Programa Institucional de Iniciação à Docência. Os principais teóricos foram Lev Vygotsky, Vitor da Fonseca e Paulo Freire. A pesquisa concretizou-se pela abordagem qualitativa, na modalidade observação-participante em escolas municipais de Educação Infantil e de Educação Básica, diante das entrevistas com professoras e bolsistas do programa e da atividade Escola em 3D. Os resultados constataram que embora a liberdade de expressão seja vista como bagunça e balburdia é necessário ressignificar o papel social da escola.



Resumo Inglês:

This present paper aims to analyze how pedagogical practices contribute to children´s creative and critical thinking in line with experiences from the Program of Initiation Grant to Teaching (PIBID), a Brazilian government teacher training program. Authors such as Lev Vygotsky, Vitor da Fonseca, and Paulo Freire support this study theoretically. The research methodology used the qualitative approach conducted by a participant observation base realized in Early Childhood and Elementary Schools. It was used qualitative interviews with teachers and student-teachers from PIBID and analysis of the 3D School activity. The results showed that although freedom of expression is seen as a shamble, it is necessary to give new meaning to the social role of the school.