PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES

Revista Eventos Pedagógicos

Endereço:
Av. dos Ingás, 3001 - Jardim Imperial
Sinop / MT
78 550 -124
Site: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/index
Telefone: (66) 3511-2128
ISSN: 2236-3165
Editor Chefe: Dra. Cristinne Leus Tomé
Início Publicação: 31/07/2010
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Educação

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES

Ano: 2021 | Volume: 12 | Número: 1
Autores: P. A. Batista
Autor Correspondente: P. A. Batista | [email protected]

Palavras-chave: violência contra mulher, práticas pedagógicas, educação.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este artigo teve como objetivo analisar as concepções e as ações pedagógicas desenvolvidas por educadores das escolas municipais de Sinop, Mato Grosso (MT) no enfrentamento a violências contra as mulheres. A pesquisa parte de uma abordagem de cunho qualitativo no qual se utilizou para a coleta de dados a entrevista semiestruturada e observação das ações pedagógicas e estrutura da escola. Os autores que subsidiam o trabalho são Simone Beauvoir e Wendy Goldman. A pesquisa constatou-se que existe por parte dos educadores a preocupação com a violência contra mulher, pois entendem que o fenômeno está presente no contexto escolar e é prejudicial para toda comunidade escolar, porém não se sentem preparados para atuarem de forma mais ativa com a temática.



Resumo Inglês:

This present paper aimed to analyze teaching practices and efforts concerning violence against women developed by teachers from public schools localized in Sinop City, State of Mato Grosso, Brazil. The research methodology used the qualitative approach and semi-structured interview and observation base for data collection. Authors such as Simone Beauvoir and Wendy Goldman support this study theoretically. This research revealed that most teachers are concerned about violence against women, considering they understand that the phenomenon is present in the educational context and it is damaging to the entire school community, however they do not feel able to act efficiently regarding the issue.