Refletindo sobre o processo de institucionalização do idoso

Revista de epidemiologia e controle de infecção

Endereço:
Hospital Santa Cruz Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção Rua Fernando Abott, 174 - Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
/ RS
96810-072
Site: http://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia
Telefone: (51)3713-7484
ISSN: 22383360
Editor Chefe: Marcelo Carneiro
Início Publicação: 30/11/2011
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Medicina

Refletindo sobre o processo de institucionalização do idoso

Ano: 2016 | Volume: 6 | Número: Suplemento
Autores: R. R. Dutra, S. C. Vargas, L. Tornquist, D. Tornquist, V. A. Martins, S. F. Krug, V. A. Corbellini
Autor Correspondente: R. R. Dutra | [email protected]

Palavras-chave: saúde do idoso, idoso, instituição de longa permanência para idosos

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Justificativa e Objetivo: O envelhecimento é um processo natural que vem obtendo maior relevância e preocupação a partir do aumento considerável da expectativa de vida da população. É observado que atualmente ocorre um aumento de estudos relacionados com o cuidado do idoso, em especial daquele que se encontra em uma Instituição de Longa Permanência (ILP). O objetivo deste artigo é discutir sobre o processo de institucionalização do idoso e sobre as características do grupo familiar e perfil da população internada nestas instituições. Conteúdo: O aumento da população idosa ao longo do tempo é acompanhado por modificações na estrutura e rotina familiar, fazendo com que, para muitas famílias, torne-se inviável atender as necessidades do idoso. Deste modo, as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) constituem-se em uma alternativa para suprir estas necessidades, proporcionando cuidado amplo pelo trabalho de equipe multidisciplinar. No entanto, deve-se ter uma atenção especial, para que não ocorra uma quebra no vínculo familiar do idoso, visto que a família é uma ferramenta essencial na qualificação do cuidado. Conclusão: É fundamental abandonar o conceito de que ao ingressar nas ILPIs o idoso está abandonado e desamparado, pois com a mudança na rotina familiar, a implantação da Política Nacional do Idoso e o aprimoramento das instituições, esta tornou-se uma alternativa importante para o bem estar do idoso, permitindo acesso a uma assistência que, muitas vezes, não receberia em seu ambiente familiar, sendoimportante a manutenção do vínculo familiar, pois constitui-se em importante ferramenta para a qualidade de vida do idoso.



Resumo Inglês:

Background and objectives: Aging is a natural process that has achieved greater importance and concern from the considerable increase in life expectancy of the population. It is noted that currently there is an increase of studies related to elderly care, especially one who is in a long-stay institution (ILP). The aim of this paper is to discuss the elderly institutionalization process and the characteristics of the family group and profile of the hospitalized population in these institutions. Content: The increase in the elderly population over time is accompanied by changes in family structure and routine, so that, for many families, become unviable meet the needs of the elderly. Thus, the long-stay institutions for the Elderly (ILPIs) constitute an alternative to meet these needs, providing comprehensive care for multidisciplinary teamwork. However, one should pay special attention, so that there is a break in the family ties of the elderly, since the family is an essential tool in the care qualification. Conclusion: It is essential to abandon the concept that by joining the ILPIs the elderly are abandoned and helpless, because with the change in family routine, the implementation of the National Policy for the Elderly and the improvement of institutions, it has become an important alternative to the well-being of the elderly, allowing access to assistance that often do not receive in their home environment, it is important to maintain the family bond, as it constitutes an important tool for the quality of life of the elderly.