Conexões

Endereço:
Rua Américo Verissimo, 701
/ SP
0
Site: http://polaris.bc.unicamp.br/seer/fef/index.php
Telefone: 19 35216627
ISSN: 19839030
Editor Chefe: Gustavo Luis Gutierrez
Início Publicação: 31/12/1987
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Educação física

REPRODUTIBILIDADE DO TESTE DE 1-RM E DOR MUSCULAR TARDIA EM HOMENS IDOSOS SAUDÁVEIS

Ano: 2011 | Volume: 9 | Número: 2
Autores: Cleiton Silva Correa, Eduardo Lusa Cadore, Luis Fernando Martins Kruel, Ronei Silveira Pinto,
Autor Correspondente: Cleiton Silva Correa | [email protected]

Palavras-chave: Teste de 1RM, Idosos, Dor muscular tardia (DMT).

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O teste de uma repetição máxima (1 RM) tem sido amplamente utilizado na investigação
científica do treinamento de força. Contudo, alguns estudos observaram difícil
reprodutibilidade para esse teste em idosos, quando não são observados cuidados
metodológicos como: familiarização, controle da velocidade de execução e número limitado
de tentativas. Sendo assim, o presente estudo teve como objetivo analisar a reprodutibilidade
do teste de 1 RM e a sensação subjetiva de dor muscular tardia em idosos. Vinte homens
idosos (65 ± 5 anos) saudáveis, sem nenhum treinamento físico sistemático e regular
participaram como amostra. O teste de 1 RM foi realizado nos exercícios de supino reto e
extensão de joelhos. Foram realizados 2 testes, separados por 4 semanas. Os procedimentos
para a realização do teste incluíram 1 sessão de familiarização 48 horas antes do primeiro
teste. Após 48 horas do primeiro teste de 1RM foi aplicado o instrumento da dor muscular
tardia (DMT) na forma de escala adaptada (Likert de 10 pontos). Os resultados demonstraram
que houve correlação significativa entre os testes com r = 0,99 e 0,97 para a extensão de
joelhos e supino, respectivamente (p < 0,0001) e ICC= 0,99 para ambos os exercícios. Com
relação à escala de dor, a opção nenhuma sensação de DMT, obteve a unanimidade das
respostas. Nosso estudo demonstrou que o teste de 1 RM é altamente reprodutível e sugere que
após 48 horas da execução do mesmo esse teste não resulta em qualquer sensação subjetiva de
DMT.



Resumo Inglês:

The test of one repetition maximum (1 RM) has been widely used in scientific research of
strength training. However, some studies found it difficult reproducibility for this test in the
elderly, when they are not seen as methodological care: familiarization, control the speed of
implementation and limited number of attempts. Thus, this study aimed to examine the
reproducibility of the test of 1 RM. Twenty healthy elderly men (65 ± 5 years), without any
systematic physical training participated as a regular sample. The 1 RM test was performed in
the supine straight years and extension of knees. 2 tests were performed, separated by 4 weeks.
The procedures for the test included 1 session of familiarization 48 hours before the first test.
After 48 hours the first 1RM test was applied instrument of Delayed Onset Muscle Soreness
(DOMS) as modified scale (Likert, 10 points). The results showed that there was significant
correlation between the tests with r = 0.99 and 0.97 for the extension of knees and supine,
respectively (p <0.0001) and ICC = 0.99 for both years. Regarding the scale of pain, no sense
of choice DOMS, the unanimity of the responses received. Our study showed that the 1 RM
test is highly reproducible and suggests that after 48 hours of the performance of the test that
does not result in any subjective sensation of DOMS.