Sujeito pronominal expresso e nulo no começo do séc. XXI (e sua relação com o objeto nulo em PB)

Domínios De [email protected]

Endereço:
Av. João Naves de Ávila, 2121 - Sala 1U-206 - Santa Mônica
Uberlândia / MG
38408-144
Site: http://www.seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem
Telefone: (34) 3239-4162
ISSN: 19805799
Editor Chefe: Guilherme Fromm
Início Publicação: 31/05/2007
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Linguística

Sujeito pronominal expresso e nulo no começo do séc. XXI (e sua relação com o objeto nulo em PB)

Ano: 2019 | Volume: 13 | Número: 1
Autores: Gabriel de Avila Othero, Ana Carolina Spinelli
Autor Correspondente: Gabriel de Avila Othero | [email protected]

Palavras-chave: Sujeito expresso, Sujeito nulo, Pronomes, Gramática do português brasileiro

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste artigo, investigamos a ocorrência de sujeitos nulos e pronominais expressos em duas peças teatrais recentes, tendo dois objetivos em mente: (i) dar continuidade, de certa maneira, ao trabalho pioneiro de Duarte (1993, 1995) sobre o preenchimento de sujeitos pronominais em PB; e (ii) aplicar a hipótese do gênero semântico (de Creus & Menuzzi 2004) à análise, justamente, dos sujeitos pronominais nessas peças. Confirmamos a hipótese antecipada em Duarte (1993, 1995) de que o PB estaria favorecendo o preenchimento de sujeitos pronominais (aproximando-se, portanto, de uma língua -pro-drop). E apontamos para uma direção ainda não investigada na literatura sobre o assunto: os sujeitos pronominais preenchidos preferencialmente retomam (ou se referem a) referentes com gênero semântico expresso, o que sugere que o gênero semântico pode ser, de fato, um traço relevante para o favorecimento do pronome em PB, tanto para o objeto direto anafórico (como mostram alguns trabalhos recentes na literatura), como para o sujeito pronominal (como esboçamos aqui).



Resumo Inglês:

In this article, we investigate the occurrence of null and overt pronominal subjects in two recent theater plays. Our investigations present two main goals: (i) to continue, so to speak, the pioneering work of Duarte (1993, 1995) on overt pronominal subjects in BP; and (ii) to test the semantic gender hypothesis genre (by Creus & Menuzzi 2004), applying it to the analysis of pronominal subjects in our corpus. We confirmed the hypothesis anticipated in Duarte (1993, 1995) that BP favors overt pronominal subjects (in the fashion of a -pro-drop language). And we also point to a direction not yet investigated in the literature: overt pronominal subjects preferentially refer to referents or antecedents with semantic gender, which suggests that this feature may indeed be a relevant factor favoring the overt pronoun in BP, both for the direct anaphoric object (as recent works in the literature show), and for the pronominal subject (as we outline here).