Transformações nas rotinas produtivas na televisão pública: o trabalho dos jornalistas da TVE-RS durante a pandemia de Covid-19

Lumina

Endereço:
FACOM - Universidade Federal de Juiz de ForaRua Professor Lourenço Kelmer, s/nCampus Martelos
Juiz de Fora / MG
36036-330
Site: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina
Telefone: (32) 2102-3601
ISSN: 19814070
Editor Chefe: Gabriela Borges Martins Caravela
Início Publicação: 31/05/2007
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Comunicação

Transformações nas rotinas produtivas na televisão pública: o trabalho dos jornalistas da TVE-RS durante a pandemia de Covid-19

Ano: 2021 | Volume: 15 | Número: 3
Autores: Sifuentes, L., Ribas, J., Almeida, C., Guilhermano, L.
Autor Correspondente: Sifuentes, L. | [email protected]

Palavras-chave: Telejornalismo; Covid-19; Rotinas Produtivas; TVE-RS; TV Pública

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A pandemia de Covid-19 impactou diretamente nas rotinas dos jornalistas, tanto acentuando processos que já vinham ocorrendo quanto apresentando condições completamente novas, num contexto de difusão de notícias falsas, precarização do trabalho, digitalização das funções e de transformações nas relações com as fontes e com o público. Com esse cenário em vista, este artigo tem como objetivo analisar e registrar as mudanças ocasionadas pela pandemia de Covid-19 nas rotinas produtivas vivenciadas pelos profissionais do telejornal Redação TVE. O texto situa o fazer da TVE-RS na dimensão da comunicação pública, acionando a noção da complementaridade na comunicação, e mostra a relevância do contexto político e de extinção da Fundação Piratini no fazer jornalístico dos trabalhadores da emissora. Entrevistas com jornalistas que realizam diferentes funções no Redação TVE embasam a análise. Observamos que a necessidade de isolamento social provocou profundas transformações nos processos de construção de reportagens e de organização da equipe. A adoção do home office exigiu adaptações dos profissionais, que viram o trabalho invadir o espaço da vida pessoal. Destacamos, por fim, que numa realidade de crescentes incertezas, os entrevistados buscam manter a qualidade e a diversidade nos materiais que produzem, além de terem presente uma preocupação com o interesse público e com a função pública da emissora.