A TRANSMIDIALIDADE COMO ESTRATÉGIA DISCURSIVA

CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada

Endereço:
Rodovia Araraquara-Jaú Km 1, Bairro Machados, CEP 14800-901 - Araraquara, São Paulo, Brasil.
Araraquara / SP
14800-901
Site: http://seer.fclar.unesp.br/casa/index
Telefone: (16) 3334-623
ISSN: 1679-3404
Editor Chefe: Jean Cristtus Portela
Início Publicação: 30/06/2003
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Linguística

A TRANSMIDIALIDADE COMO ESTRATÉGIA DISCURSIVA

Ano: 2016 | Volume: 14 | Número: 1
Autores: Sousa, Silvia Maria de
Autor Correspondente: Sousa, Silvia Maria de | [email protected]id.uff.br

Palavras-chave: narrativas transmidiáticas; intermidialidade; práticas semióticas.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O trabalho discute, à luz da semiótica do discurso, os conceitos de transmidiação e intermidialidade, buscando descrever estratégias enunciativas e modos de interação derivados da “convergência” (JENKINS, 2008) entre TV e internet. Elege-se como objeto de investigação telenovelas da Rede Globo e conteúdos a elas relacionados, disponibilizados no portal GShow (http://gshow.globo.com). A partir da formulação de uma “semiótica das práticas” (FONTANILLE, 2005; 2008), as denominadas narrativas transmidiáticas são tomadas como textos construídos em face da congregação de diferentes mídias: TV, computador, celular, livro, e-book, câmera fotográfica etc. Postula-se que esses textos condensam diferentes práticas semióticas e se expandem por meio de estratégias que envolvem múltiplas plataformas.