Uma pequena Europa na Serra Gaúcha: as apropriações culturais na arquitetura do espaço urbano de Gramado (RS)

Ágora - UNISC

Endereço:
Avenida Independência, 2293 - Bloco 5, Sala 506
Santa Cruz do Sul / RS
1
Site: http://online.unisc.br/seer/index.php/agora/index
Telefone: (51) 3717-7378
ISSN: 19826737
Editor Chefe: [email protected]
Início Publicação: 28/02/1995
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: História

Uma pequena Europa na Serra Gaúcha: as apropriações culturais na arquitetura do espaço urbano de Gramado (RS)

Ano: 2018 | Volume: 20 | Número: 1
Autores: D. L. Gevehr, F. Berti
Autor Correspondente: D. L. Gevehr | [email protected]

Palavras-chave: imigração, arquitetura, Serra Gaúcha

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Discute-se as apropriações culturais na arquitetura do espaço urbano de Gramado (RS). Para tanto, por meio de visita de campo, foram mapeadas 10 edificações. Na oportunidade, empregando a observação sistemática, realizou-se os registros fotográficos dos lotes em análise. Tencionando ir ao encontro da origem da difusão do estilo arquitetônico da cidade, adotou-se a coleta de dados de fonte documental, envolvendo registros de obras que narram a história do município [elaboradas por moradores de Gramado]. Os resultados evidenciaram que embora a migração italiana tenha sido mais quantitativamente mais expressiva na região, percebe-se a busca por uma identidade arquitetônica vinculada à etnia germânica. Este direcionamento da estética citadina parece estar atrelado à elite germânica que adquiriu terras em Gramado no final da década de 1930, bem como a um personagem histórico [descente de imigrantes germânicos] diretamente ligado ao setor turístico da região.



Resumo Inglês:

Cultural appropriations are discussed in the urban space architecture of Gramado (RS). To do so, through a field visit, 10 buildings were mapped. At the opportunity, using the systematic observation, the photographic records of the lots under analysis were carried out. Intending to go to the origin of the diffusion of the architectural style of the city, it was adopted the collection of data from documentary source, involving records of works that narrate the history of the municipality [elaborated by residents of Gramado]. The results showed that although the Italian migration was more quantitatively more expressive in the region, one can perceive the search for an architectural identity linked to the Germanic ethnicity, this direction of the urban aesthetics seems to be linked to the German elite who acquired land in Gramado at the end of 1930s, as well as to a historical personage [descendant of Germanic immigrants] directly connected to the tourist sector of the region.