Universidades públicas como agentes de desenvolvimento urbano e regional de cidades médias e pequenas: uma discussão teórica, metodológica e empírica

GeoTextos

Endereço:
Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia - UFBA Rua Barão de Geremoabo, s/n, Federação
Salvador / BA
40.170-970
Site: http://www.geotextos.ufba.br
Telefone: 71-32838569
ISSN: 1984-5537
Editor Chefe: Angelo Serpa
Início Publicação: 28/02/2005
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Geografia

Universidades públicas como agentes de desenvolvimento urbano e regional de cidades médias e pequenas: uma discussão teórica, metodológica e empírica

Ano: 2015 | Volume: 11 | Número: 1
Autores: Wendel Henrique Baumgartner
Autor Correspondente: Wendel Henrique Baumgartner | [email protected]

Palavras-chave: Universidades, Desenvolvimento urbano e regional, Cidades pequenas, Cidades médias

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

As universidades apresentam um importante papel social na promoção do desenvolvimento social, cultural e econômico. Em diversos países sua instalação está ligada também ao desenvolvimento urbano e regional, especialmente de cidades médias e pequenas, promovendo, com relativo sucesso, a modernização da estrutura urbana e econômica dessas cidades. A base empírica desse estudo são as cidades sede dos campi da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (instalados em 2006) e Passau (Baviera/Alemanha), sede da Universidade de Passau, desde 1978. Nosso objetivo é propor uma abordagem metodológica que dê suporte para pesquisas focadas na integração, na fragmentação e nos conflitos entre a cidade da população local e aquela das universidades. Nossas conclusões principais indicam uma grande dinamização do mercado imobiliário, diversificação das atividades comerciais e de serviços, ampliação do papel regional, mas também, do ponto de vista social, conexões fracas e pontuais com a cidade, gerando conflitos entre estudantes/professores e a população local.