USO DOS BIOCERÂMICOS NA ENDODONTIA: REVISÃO DE LITERATURA

Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança

Endereço:
Avenida Frei Galvão - Gramame
João Pessoa / PB
58067-695
Site: http://www.revista.facene.com.br
Telefone: (83) 2106-4777
ISSN: 23177160
Editor Chefe: Ana Lima Dantas
Início Publicação: 30/07/2013
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Medicina Veterinária, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Educação física, Área de Estudo: Enfermagem, Área de Estudo: Farmácia, Área de Estudo: Fisioterapia e terapia ocupacional, Área de Estudo: Medicina, Área de Estudo: Nutrição, Área de Estudo: Odontologia, Área de Estudo: Saúde coletiva

USO DOS BIOCERÂMICOS NA ENDODONTIA: REVISÃO DE LITERATURA

Ano: 2019 | Volume: 17 | Número: 2
Autores: França, G., Pinheiro, J., Morais, E., Leite, R., Barboza, C., & Bueno, C.
Autor Correspondente: Rafaella Bastos Leite | [email protected]

Palavras-chave: Restauração Dentária, Reparo, Tratamento endodôntico

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O tratamento endodôntico convencional proporciona condições para o organismo curar a doença pulpar e permitir que o dente afetado restabeleça as suas funções estéticas e funcionais. Porém, quando isto não é possível, devido a manutenção de bactérias persistentes no interior do canal radicular, é realizado o retratamento endodôntico. Nesse contexto, este trabalho teve como propósito, através de uma revisão da literatura, apresentar os cimentos biocerâmicos encontrados no mercado (iRoot BP®, EndoSequence®, MTA Repair HP Angelus®, TotalFill BC sealer® e RetroMTA ®), bem como demonstrar suas aplicações clínicas como material obturador e selador periapical. Assim, foi realizado um levantamento bibliográfico na base de dados do Pubmed, desconsiderando trabalhos de conclusão de curso e artigos publicados antes de 2006, selecionando, assim, 31 artigos para compor a pesquisa. Os biocerâmicos podem ser utilizados como material obturador, por possuírem um bom escoamento, devido proporcionar baixa viscosidade, apresentar ação antimicrobiana, fácil aplicação e excelente capacidade de adesão a dentina, além de aumentar a resistência à fratura da raiz. Enquanto que, como material selador periapical, eles possuem biocompatibilidade, notando-se ausência de inflamação e dor nos casos de sobreobturação, um menor tempo de presa e facilidade de manipulação quando comparado ao MTA (Agregado de Trióxido Mineral). Contudo, constata-se que, os cimentos biocerâmicos apresentam propriedades promissoras para serem utilizados como material selador no tratamento endodôntico.



Resumo Inglês:

Conventional endodontic treatment provides conditions for the body to cure pulp disease and allow the affected tooth to restore its aesthetic and functional functions. However, when this is not possible due to the persistence of persistent bacteria within the root canal, endodontic retreatment is performed. In this context, this work aimed, through a literature review, to present the bioceramic cements found in the market (iRoot BP®, EndoSequence®, HP Angelus® MTA Repair, TotalFill BC sealer® and RetroMTA®), as well as to demonstrate their clinical applications as periapical obturator and sealer material. Thus, a bibliographic survey was conducted in the Pubmed database, disregarding course completion papers and articles published before 2006, thus selecting 31 articles to compose the research. The bioceramics can be used as obturator material, because they have a good flow, because they provide low viscosity, have antimicrobial action, easy application and excellent adhesion to dentin, besides increasing the fracture resistance of the root. While, as periapical sealing material, they have biocompatibility, noting absence of inflammation and pain in cases of overfilling, shorter setting time and ease of handling when compared to MTA (Mineral Trioxide Aggregate). However, it is found that bioceramic cements have promising properties to be used as sealing material in endodontic treatment.