Validação da versão saúde bucal do Instrumento de Diagnóstico do Estágio de Desenvolvimento da Rede de Atenção à Saúde

Revista Pan-Amazônica de Saúde (RPAS)

Endereço:
Rodovia BR-316 km 7 - s/n - Centro
Ananindeua / PA
67030-000
Site: http://revista.iec.gov.br
Telefone: (91) 03214-2185
ISSN: 2176-6223
Editor Chefe: Dóris A. S. Corrêa e Isabella M. A. Mateus
Início Publicação: 02/01/2010
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Ciências Biológicas, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

Validação da versão saúde bucal do Instrumento de Diagnóstico do Estágio de Desenvolvimento da Rede de Atenção à Saúde

Ano: 2017 | Volume: 8 | Número: 4
Autores: Daniele Lopes Leal, Marcos Azeredo Furquim Werneck, Ana Cristina Borges-Oliveira
Autor Correspondente: Ana Cristina Borges-Oliveira | [email protected]

Palavras-chave: Saúde Bucal, Estudos de Validação, Integralidade em Saúde, Serviços de Saúde

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

OBJETIVO: Validar a versão saúde bucal do Instrumento de Diagnóstico do Estágio de Desenvolvimento da Rede de Atenção à Saúde. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra foi composta pelos coordenadores de saúde bucal de 154 municípios do estado de Minas Gerais, Brasil, escolhidos por conveniência. A versão saúde bucal do Instrumento passou previamente pela etapa de adaptação e, em seguida, foram conduzidas as fases de teste de campo e o estudo das propriedades psicométricas do Instrumento (confiabilidade e validade). Os questionários foram enviados aos coordenadores por e-mail. RESULTADOS: A consistência interna mostrou índices adequados para o escore total (coeficiente alfa de Cronbach = 0,97) e domínios (coeficiente alfa de Cronbach = 0,77–0,94). O teste-reteste teve boa estabilidade, conforme a análise do escore total (coeficiente de correlação intraclasse – CCI = 0,88) e domínios (CCI = 0,83–0,91). A mensuração das concordâncias dos itens demonstrou validade de constructo, variando de regular à quase perfeita (rs ntre 0,25 e 0,81). Para a validade discriminante, o escore total e os domínios "População", "Sistemas logísticos" e "Sistema de governança da rede" distinguiram os grupos conforme o tempo de formado (p ≤ 0,05). CONCLUSÃO: A versão saúde bucal do Instrumento mostrou propriedades psicométricas adequadas quanto à confiabilidade e à validade do constructo e discriminante.



Resumo Inglês:

OBJECTIVE: To validate the oral health version of the Instrument for Diagnosis of the Developmental Stage of the Healthcare Network. MATERIALS AND METHODS: The sample was comprised of the oral health coordinators from 154 municipalities in Minas Gerais State, Brazil, chosen for convenience. The oral health version of the Instrument was previously submitted to the adaptation stage, and then the field test phases and the study of the psychometric properties of the Instrument (reliability and validity) were conducted. Questionnaires were sent to the coordinators by email. RESULTS: Internal consistency for the total score (Cronbach's alpha coefficient = 0.97) and domains (Cronbach's alpha coefficient = 0.77–0.94) was demonstrated. Test-retest reported good stability based on the analysis of the total score (intraclass correlation coefficient – ICC = 0.88) and domains (ICC = 0.83–0.91). Percentage agreement of the items showed construct validation, varying from regular to almost perfect (rs between 0.25 and 0.81). For discriminant validity, total score and three domains, Population, Logistical systems and Network Governance System distinguished the groups according to the time of formation (p ≤ 0.05). CONCLUSION: The oral health version of the Instrument showed adequate psychometric properties regarding the reliability and validity of the construct and discriminant.