AVALIAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO QUEIJO DE COALHO COMERCIALIZADO NA PRAIA DE COPACABANA – RJ

Higiene Alimentar

Endereço:
Rua das Gardênias, 36 - Mirandópolis
São Paulo / SP
04047010
Site: http://www.higienealimentar.com.br
Telefone: (11) 5589-5732
ISSN: 26750260
Editor Chefe: JOSÉ CEZAR PANETTA
Início Publicação: 01/01/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO QUEIJO DE COALHO COMERCIALIZADO NA PRAIA DE COPACABANA – RJ

Ano: 2022 | Volume: 36 | Número: Não se aplica
Autores: Fernando David Caracuschanski, Sullamita Lopes de Oliveira, Eliane Rodrigues, Andréa Matta Ristow
Autor Correspondente: Fernando David Caracuschanski | [email protected]

Palavras-chave: Higiene. Salmonella spp. Vendedor Ambulante.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A pesquisa teve o objetivo de avaliar as condições higiênicas e sanitárias de comercialização do queijo de coalho por vendedores ambulantes na praia de Copacabana, por meio de inspeção visual e análises microbiológicas. Para o estudo foram coletadas quinze amostras de cinco diferentes ambulantes e estas foram encaminhadas para o Centro Estadual de Pesquisa em Qualidade de Alimentos da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (PESAGRO-RIO/CEPQA) onde foram submetidas às análises microbiológicas. O resultado da avaliação visual das condições higiênico-sanitárias demonstrou 100% de não conformidades em relação à adoção das Boas Práticas de Fabricação por parte dos manipuladores. Os resultados das contagens de Estafilococos coagulase positiva e de Coliformes termotolerantes se apresentaram acima do limite preconizado pela legislação vigente em 75% e 6,7% das amostras respectivamente. Em 25% das amostras foi verificada a presença de Salmonella spp. O estudo demonstrou que o queijo de coalho vendido por ambulantes da praia de Copacabana estava impróprio para o consumo podendo representar risco à saúde dos consumidores.

Palavras-chave: Higiene. Salmonella spp. Vendedor Ambulante.



Resumo Inglês:

The research aimed to evaluate the hygienic and sanitary commercialized conditions of coalho cheese by street vendors on Copacabana beach, through visual inspection and microbiological analysis. For conducting the study, fifteen samples were collected from five different street vendors and these were analyzed at the State Center for Research in Food Quality of the Agriculture Research Company of the State of Rio de Janeiro (PESAGRO-RIO/CEPQA). The result of the visual assessment of hygienic-sanitary conditions demonstrated 100% of non-conformities in relation to the adoption of Good Manufacturing Practices by the manipulators. In counts of coagulase positive Staphylococcus and Thermotolerant Coliforms were above the limit recommended by the current legislation in 75% and 6.7% of the samples, respectively. Salmonella spp. was present in 25% of the analyses.The study showed that the coalho cheese sold by street vendors on Copacabana beach was unfit for consumption and could pose a risk to consumer health.

Keywords: Hygiene. Salmonella spp. Street Vendors.