Dificuldades de aprendizagem: aspectos sociais e emocionais que interferem na escrita

Revista Educação em Contexto

Endereço:
Avenida Quinta Avenida - Q. 71, Nº 212 - Setor Leste Vila Nova
Goiânia / GO
74643-030
Site: http://revistaseduc.educacao.go.gov.br/
Telefone: (62) 3243-6802
ISSN: 2764-8982
Editor Chefe: Fábio Júlio Alves Borges
Início Publicação: 06/09/2022
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Educação

Dificuldades de aprendizagem: aspectos sociais e emocionais que interferem na escrita

Ano: 2023 | Volume: 2 | Número: 1
Autores: A. Q. Marques
Autor Correspondente: A. Q. Marques | [email protected]

Palavras-chave: conhecimento, leitura, processo ensino-aprendizagem

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O trabalho de aprendizagem da língua escrita, dentro da sua complexidade, contribui sobremaneira para a formação de crianças leitoras e produtoras de textos, sendo o professor um elemento essencial à sua execução, pelo seu compromisso, pelo trabalho interdisciplinar que direciona o aprender para diferentes níveis e dimensões, pela oportunidade da pesquisa que o capacita a traçar novas ações pedagógicas na busca de seus objetivos educacionais, no entanto, não podemos nos esquecer que o aluno é, e sempre será, o elemento central de todo esse processo, fazendo do ensino e da aprendizagem, uma via de mão dupla. Inserir-se nas práticas sociais próprias da cultura escrita implica comportamentos, procedimentos e destrezas típicos de quem vive no mundo da leitura, como movimentar-se numa biblioteca, frequentar livrarias, estar atento aos escritos urbanos, e aos materiais escritos que circulam na escola e no bairro. Essas atitudes e comportamentos não se restringem a um momento específico, nem podem ser considerados capacidades relativas a uma idade ou ciclo. Constituem componentes de todo o processo de escolarização e são frutos de um trabalho contínuo, onde a interrupção desse processo acarretaria um retrocesso na prática da leitura e, mais ainda, em um prejuízo ao processo de ensino e aprendizagem.



Resumo Inglês:

The work of learning the written language, within its complexity, contributes greatly to the formation of children who are readers and producers of texts, with the teacher being an essential element in its execution, due to his commitment, to the interdisciplinary work that directs learning to different levels. and dimensions, for the opportunity of the research that enables him to outline new pedagogical actions in the pursuit of his educational objectives, however, we cannot forget that the student is, and always will be, the central element of this whole process, making teaching and of learning, a two-way street. Inserting oneself in the social practices typical of written culture implies behaviors, procedures and skills typical of those who live in the world of reading, such as moving around in a library, frequenting bookstores, being attentive to urban writings, and to the written materials that circulate at school and on the neighborhood. These attitudes and behaviors are not restricted to a specific moment, nor can they be considered abilities related to an age or cycle. They constitute components of the entire schooling process and are the result of continuous work, where the interruption of this process would lead to a setback in the practice of reading and, even more, to damage to the teaching and learning process.